Maioria dos inadimplentes em BH tem entre 30 e 39 anos

Levantamento da CDL/BH mostra que, no mês passado, número de dívidas em atraso na capital mineira cresceu 1,7% em relação a junho e 2,32% ante julho de 2013

iG Minas Gerais | Da redação |

Em julho, índice cresceu 21,4% sobre o mesmo período de 2010
RODRIGO CLEMENTE
Em julho, índice cresceu 21,4% sobre o mesmo período de 2010

São jovens ainda os belo-horizontinos com dívidas em atraso, segundo dados o o indicador do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH). 

No mês de julho, apesar de uma leve queda em 2014, a maioria dos consumidores (26,85%) com dívidas em atraso concentra-se na faixa etária de 30 a 39 anos. Comparando com o mesmo mês dos anos anteriores, é possível constatar que os consumidores desta faixa etária lideram a inadimplência na capital mineira desde 2010.

Para a economista da CDL/BH, Ana Paula Bastos, um dos fatores que justifica o comportamento dessa faixa etária é que muitos desses consumidores já são chefes de família e, consequentemente, arcam com mais despesas. "Além disso, a perigosa combinação de muitos compromissos financeiros e falta de planejamento acaba levando esses consumidores à inadimplência".

Os consumidores com 40 a 49 anos são 22,21% do total. Com 50 a 64 anos, 19,78%. Com 25 a 29 anos, representam 10,93%; com 18 a 24 anos, são 10,45%. E, com mais de 65 anos, 9,75%.

Em julho, o número de dívidas em atraso na capital mineira cresceu 1,7%, em relação a junho. Em comparação com julho do ano passado, o índice de dívidas em atraso aumentou 2,32%. No acumulado de 2014, a inadimplência cresceu 5,06%. Ana Paula diz que esses indicadores mostram o poder corrosivo da inflação sobre a renda dos belo-horizontinos. "Com a elevação do custo de vida, muitos consumidores acabaram ficando sem condições para honrar suas dívidas".

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave