Com dificuldades financeiras, CRAC-GO pode abandonar a competição

Informação foi confirmada pelo presidente do clube goiano, Eduardo Barboza, ao Portal 730

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Neste ano, Betim foi eliminado na primeira fase do Módulo II do Mineiro e nas quartas de final da Série C
REPRODUÇÃO/BETIM
Neste ano, Betim foi eliminado na primeira fase do Módulo II do Mineiro e nas quartas de final da Série C

 

Depois de ganhar uma liminar do Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira (CBF) que garantiu ao clube direito de disputar a Série C do Campeonato Brasileiro no lugar do Betim, o CRAC-GO deve abandonar a competição. A informação foi confirmada nesta terça-feira pelo presidente do clube goiano, Eduardo Barboza, em uma entrevista ao  Portal 730.

O motivo da desistência, segundo o dirigente, seria a falta de verba."Quando fomos entrar para a competição, era mediante um convênio com a prefeitura, por um valor que já tinha sido acordado e liberado. Mas esse pagamento não está sendo feito, e isso inviabiliza nossa participação", declarou Barboza.

O dirigente disse que ainda há uma esperança, mas confessa que não enxerga possibilidades de acontecer. "Caso não haja acordo com a prefeitura ou algum investidor, vamos ser obrigados a abandonar a Série C. Segurei até onde deu, cheguei a arcar com algumas despesas, mas chegamos ao limite". Barboza confirmou que os salários não são debitados há dois meses e que não há dinheiro sequer para pagar o dia a dia do clube.

"Não era o que nós queríamos quando entramos na competição. Mas nossa condição financeira não nos deixa outra saída, a não ser sair da disputa. São despesas muito forçadas, com viagem, logística, moradia e alimentação dos atletas. Não está sendo possível realizar tudo isso", afirmou Barbosa. O CRAC-GO é o penúltimo colocado do grupo A, com oito pontos.