Lula lança site com 'realizações' dos 12 anos de governo

O site busca, por meio de textos, fotos e gráficos, "colar" a imagem de Dilma à do ex-presidente; "Doze anos com Lula e Dilma transformaram radicalmente o Brasil"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Instituto Lula, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, lançou na tarde desta terça-feira (12) em Brasília o site "O Brasil da Mudança". O ato de lançamento da página eletrônica, que ocorre no Centro Internacional de Convenções do Brasil em Brasília, conta com a presença de Lula, da presidente Dilma Rousseff e de vários ministros. O projeto, coordenado por Franklin Martins, tem o objetivo divulgar as realizações dos 12 anos das administrações petistas no governo federal.

Estão presentes no encontro o vice-presidente Michel Temer, o presidente do PT e coordenador-geral da campanha de Dilma, Rui Falcão, o governador do Distrito Federal e candidato à reeleição Agnelo Queiroz, além de 13 ministros do atual governo, entre eles o da Casa Civil, Aloizio Mercadante, da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, das Comunicações, Paulo Bernardo das Minas e Energia, Edison Lobão, das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, os ex-ministros Franklin Martins e Walfrido dos Mares Guia, entre outras pessoas.

O site busca, por meio de textos, fotos e gráficos, "colar" a imagem de Dilma à de Lula. "Doze anos com Lula e Dilma transformaram radicalmente o Brasil - de um país para poucos em um país para todos. Um Brasil que é cada vez mais forte, porque há cada vez menos brasileiros pobres", afirma o texto de apresentação da página.

O endereço eletrônico afirma que, das grandes economias do mundo nenhuma teve uma série comparável de conquistas: ter gerado 21 milhões de empregos, garantido ganho real de 70% para o salário mínimo, triplicado os investimentos em educação, retirado 36 milhões de pessoas da miséria e promovido 42 milhões à classe média - com inflação dentro da meta, dívida pública em queda, reservas internacionais sólidas e crescente protagonismo no cenário mundial.

O material da página é dividido em quatro grandes eixos, que são avanços sociais, economia, democracia e Brasil no mundo. Inicialmente, o site disponibilizará conteúdos das duas primeiras áreas e semanalmente serão incluídos os demais temas.

A equipe de campanha à reeleição de Dilma vai aproveitar o evento para gravar imagens da candidata com Lula. A propaganda eleitoral no rádio e na televisão começa na próxima terça-feira, dia 19, e as imagens da solenidade desta tarde devem ser usadas durante a chamada "campanha eletrônica", principal aposta de Dilma para ser reeleita.

Na semana passada, reportagem do jornal O Estado de S. Paulo mostrou que o tamanho da participação do ex-presidente na campanha de Dilma é motivo de divergências entre o PT e o Palácio do Planalto. Disposta a construir sua própria imagem sem a alcunha de "criatura", Dilma resiste a ter Lula como âncora da campanha. Para a presidente, o padrinho político deve ser o complemento, mas não o protagonista de sua corrida rumo ao segundo mandato.

Contudo, pesquisas internas do PT contam a favor da presença de Lula. De todos os cabos eleitorais analisados, o ex-presidente tem o maior poder de transferência de votos, de acordo com os levantamentos que chegaram ao comitê da reeleição.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave