Atlético lidera ranking inglório da dívida com o governo

Clube alvinegro sofre as consequências dentro e fora de campo com o dinheiro da venda de Bernard retido pela União

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Atlético atingiu o posto mais alto de um inglório ranking e sofre as consequências dentro e fora de campo. O Galo está no topo da lista dos clubes inscritos na dívida ativa da União e, como já é amplamente conhecido, luta para, por exemplo, desbloquear junto ao governo os quase R$ 40 milhões retidos referentes à venda do meia-atacante Bernard ao Shakhtar Donetsk-UCR.

De acordo com levantamento divulgado pela ESPN junto à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGNF), o Atlético é o maior devedor do país, com R$ 272 milhões em dívidas com a União.

A falta do dinheiro retido no cofre atleticano vem dificultando grandes contratações e do não pagamento de salários. No último fim de semana, a diretoria confirmou que os jogadores estavam com dois meses de salários atrasados, além não terem recebido ainda metade da premiação referente ao título da Copa Libertadores 2013.

O diretor de futebol do Galo, Eduardo Maluf, disse que o pagamento dos honorários referentes a junho seriam pagos na última segunda-feira, mas o clube preferiu não informar se realmente debitou esta fatura, deixando o salário de julho ainda a ser pago.

Confira o ranking com os clubes do Sul e Sudeste:

1) Atlético-MG: R$ 272 milhões 2) Flamengo: R$ 253 milhões 3) Botafogo: R$ 199 milhões 4) Corinthians: R$ 172 milhões 5) Fluminense: R$ 162 milhões 6) Vasco: R$ 153 milhões 7) Santos: R$ 65 milhões 8) Palmeiras: R$ 46 milhões 9) Grêmio: R$ 40 milhões 10) Cruzeiro: R$ 14 milhões 11) Internacional: R$ 8 milhões 12) São Paulo: R$ 7,8 milhões

Leia tudo sobre: atleticogalodividauniaopgfnsalario