Cruzeiro escolhe ex-meia Roger Flores como sócio de número 61 mil

Clube nega que escolha tenha sido motivada pelo fato de ex-atleta ter sido um dos destaques da goleada sobre o Atlético por 6 a 1

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

O ex-jogador Roger Flores, hoje comentarista, será o integrante número 61 mil no programa de sócios-torcedores do Cruzeiro. O clube afirmou que, além de uma homenagem, essa é uma forma de chamar a atenção dos cruzeirenses para que outros também façam parte do programa.

A Raposa negou que a escolha pelo ex-meia seja algum tipo de provocação pela goleada de 6 a 1 sobre o maior rival, oportunidade em que Roger foi importante para a construção do resultado histórico. “O programa de sócio de futebol do Cruzeiro é referencia em todo o Brasil. Ele é feito para o Cruzeiro e em benefício do Cruzeiro. O programa não entra dessas provocações. Não tem nada direcionado a outra coisa que não seja fomentar o desenvolvimento do programa”, afirmou o diretor de marketing do clube, Marcone Barbosa.

Ele informou que há algum tempo, o Cruzeiro tem escolhido personalidades para incentivarem novas adesões. “Ha algum tempo, usamos a figura de personalidades em números emblemáticos, como foi com o Dirceu Lopes, o Sorín, o Adilson (dentre outros). A nossa ideia é ter alguém que chame a atenção da torcida e faça os torcedores quererem ser sócios. Os sócios e futebol são importantes e foram fundamentais na conquista do título de 2013. Vamos valorizar os sócios porque precisamos deles. Queremos chamar a atenção dos cruzeirenses para eles perceberem que são partes importantes nesse processo”, disse.

Barbosa informou ainda como se dá a escolha dos sócios ilustres. “A “homenagem” se dá da seguinte forma: de acordo com o momento do clube. O Sorín, por exemplo, estava encerrando  a carreira. O Adilson estava disputando a Libertadores, Todos têm um número redondo. Atrair a atenção do torcedor para o programa do sócio de futebol é o nosso objetivo. Os torcedores ilustres são identificadas pela ligação com o Cruzeiro ou com a torcida. A ideia do bebê, número 60 mil, foi mostrar que o programa é aberto a todas as idades”, concluiu. 

Leia tudo sobre: CruzeiroRaposarogersocio61 milprovocacao6 a 1