Quinze jogadores que disputaram a Copa estão sem clube

Nome mais famoso entre os agentes livres, Eto'o já foi oferecido a vários clubes europeus pelo seu agente

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Eto'o é a principal arma de Camarões para a Copa do Mundo no Brasil
REPRODUÇÃO/FIFA
Eto'o é a principal arma de Camarões para a Copa do Mundo no Brasil

Trinta dias após o fim da Copa do Mundo, 15 jogadores que disputaram o Mundial com certo destaque ainda não sabem onde continuarão a seguir suas carreiras. Entre atletas experientes e outros no auge da forma, nomes de relevância como Samuel Eto'o, Diego Lugano, Georgios Samaras e Cristian Bolaños, da surpreendente Costa Rica, ainda buscam um novo clube, enquanto a maioria de seus companheiros de seleções já estão treinando em preparação para a temporada 2014/2015.

Nome mais famoso entre os agentes livres, Eto'o já foi oferecido a vários clubes europeus pelo seu agente. Porém, o alto salário e as condições físicas do atacante, que o impediram de disputar as partidas contra a Croácia e o Brasil na Copa do Mundo, fez com que clubes descartassem a contratação do camaronês. Mesmo assim, o atacante de 33 anos interessa a equipes como Ajax e Liverpool.

Capitão da seleção colombiana no Mundial, Mario Yepes é outro jogador que ainda não decidiu o seu futuro. Após deixar a Atalanta e anunciar sua aposentadoria da equipe nacional, o zagueiro de 38 anos já recusou uma proposta do Independiente da Argentina e ainda pensa em qual equipe irá jogar antes de encerrar a sua carreira.

Outro colombiano que também está desempregado é Carlos Carbonero. O meia, convocado de última hora após a lesão de Aldo Ramírez, deixou o River Plate ao fim de seu contrato buscando uma transferência para a Europa. Porém, o jogador, que já chegou a ser especulado pelo Palmeiras, deve acertar sua permanência na Argentina e acertar com o Racing.

Capitão do Uruguai, Diego Lugano vive um momento de baixa em sua carreira. Desde que saiu do Fenerbahçe rumo ao Paris Saint-Germain em 2011, o zagueiro não conseguiu se firmar em nenhum clube. Na última temporada, o jogador passou a maior parte do tempo na reserva do inglês West Bromwich e não teve o seu contrato renovado. Ídolo do São Paulo, o defensor, que quase não jogou a Copa por conta de uma lesão no joelho, já foi descartado pela diretoria do clube brasileiro.

Eliminada nas oitavas de final da Copa pela Costa Rica, a seleção grega possui três de seus principais expoentes sem emprego até aqui. Jogadores mais experientes do elenco, inclusive sendo os dois únicos remanescentes da atual equipe que venceu a Eurocopa em 2004, Kostas Katsouranis, de 35 anos, e Giorgos Karagounis, de 37, tiveram seus contratos com PAOK e Fulham, respectivamente, encerrados. Principal jogador da seleção nesta Copa e autor do gol que classificou a Grécia para a segunda fase, Georgios Samaras é outro atleta que ainda não arranjou clube após seu vínculo com o Celtic se encerrar.

Daniel Van Buyten era conhecido por ser o único jogador da Bélgica na Copa de 2014 que já tinha atingido a faixa dos 30 anos. Titular durante toda a campanha, o zagueiro surpreendeu e demonstrou vitalidade e segurança ao lado de Kompany. Mesmo assim, por conta de seus 36 anos, o jogador, que estava na reserva do Bayern de Munique, ainda não acertou com nenhum clube até aqui. Nos próximos dias, comenta-se na imprensa local que o defensor deve retornar ao seu país e acertar com o Anderlecht.

Principal articulador da grande surpresa da Copa de 2014, o costa-riquenho Cristian Bolaños esteve muito próximo de permanecer no Brasil após o fim do seu contrato com Copenhagen, da Dinamarca. Ao fim do Mundial, o meia de 30 anos teve seu nome ligado a Flamengo e Atlético-MG. No entanto, as negociações emperraram.

Considerado um dos jogadores asiáticos de grande futuro no início da década de 2000, Park Chu-Young começou bem sua caminhada na Europa. Após três anos de destaque no Monaco, o técnico Arsène Wenger levou o atleta ao Arsenal e deu a camisa 9 ao sul-coreano. Porém, o atacante desapontou a torcida, fez poucos jogos e não conseguiu mostrar o bom futebol de outrora também em clubes menores como Celta de Vigo e Watford. Atualmente com 29 anos, o jogador, que perdeu a posição de titular de sua seleção durante a Copa, ainda procura um novo clube no velho continente.

Outros jogadores que disputaram a Copa também procuram novos ares mesmo com a temporada já iniciada na Europa. O zagueiro marfinense Didier Zokora, os equatorianos Édison Méndez e Jaime Ayoví, e os iranianos Masoud Shojaei e Karim Ansari Fard, são outros jogadores que ainda não arranjaram um clube após atuarem por suas seleções no Mundial realizado no Brasil.

Leia tudo sobre: copa do mundoatletasmercadodisponibilidade