Insulina inalada será vendida em 2015

Produto em formato de pó é usado para tratar diabetes tipos 1 e 2

iG Minas Gerais | Da redação |

Afrezza é uma nova insulina de inalar de ação rápida, diz a empresa
Mannkind Corporation/divulgação
Afrezza é uma nova insulina de inalar de ação rápida, diz a empresa

Uma insulina em pó inalável deve estar disponível no mercado norte-americano a partir do primeiro semestre de 2015. A farmacêutica francesa Sanofi assinou um acordo de licença de cerca de US$ 925 milhões (R$ 2,1 bilhões) com a empresa de biotecnologia norte-americana MannKind Corporation.

Afrezza, “uma nova insulina de inalar de ação rápida”, será usada “para o tratamento da diabetes dos tipos 1 e 2 nos adultos”, segundo um comunicado das empresas envolvidas.

De acordo com o site da Bloomberg, a MannKind Corporation receberá um pagamento inicial de US$ 150 milhões (R$ 341 milhões). Posteriormente, os pagamentos parciais podem chegar a US$ 775 milhões (R$ 1,765 bilhão), “caso sejam alcançados os objetivos particulares em termos de desenvolvimento, regulamentação e vendas”.

“A Sanofi tem uma estrutura global, e a empresa está claramente tentando fazer um número de coisas para oferecer confiança ao mercado de que isso é uma plataforma sustentável, de crescimento em longo prazo”, afirmou Peter Verdult, um analista da Citigroup Inc., em Londres.

Segundo o site, em 2006 foi lançada, pela Pfizer, uma versão de insulina inalável, a Exubera, mas que foi retirada do mercado um ano após o lançamento.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave