Para compreender

iG Minas Gerais |

AgNews/Divulgação
undefined

O mundo artístico é bem simples. Por exemplo, MC LUDMILLA, quando ainda usava o codinome Beyoncé e não tinha uma gravadora, cobrava cerca de R$ 2.500 por show. Agora, enquanto está em estúdio e construindo uma nova imagem para o público, ela cobra em média R$ 15 mil. Em setembro, quando o primeiro disco for lançado, e ela aparecer em quase todos os programas de TV, o cachê vai para a bagatela de R$ 50 mil. As informações são do jornal “O Dia”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave