Robin Williams fez piada com escolha do Rio de Janeiro para Olimpíadas

De acordo com ele, os brasileiros teriam "subornado" os membros do Comitê Olímpico Internacional, responsáveis pela escolha

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

robin Willians uma noite no museu
divulgacao
robin Willians uma noite no museu divulgacao

O ator Robin Williams, morto nesta segunda-feira (11) aos 63 anos, fez uma piada que desagradou alguns brasileiros, na época em que o Rio de Janeiro foi escolhido como a sede das Olimpíadas de 2016.  Em 2009, ao participar do programa "Late Show with David Letterman", ele comentou a disputa entre Rio e Chicago, sua cidade natal, para sediar os Jogos Olímpicos.

De acordo com ele, os brasileiros teriam "subornado" os membros do Comitê Olímpico Internacional, responsáveis pela escolha. "Espero que a [apresentadora de TV] Oprah não esteja chateada em perder a Olimpíada. Chicago mandou Oprah e Michelle [Obama, primeira-dama dos Estados Unidos], e o Brasil mandou 50 strippers e meio quilo de cocaína. Não foi muito justo, sabe?", afirmou, ao ser recebido por Letterman em novembro daquele ano. 

Em 2011, porém, ele se desculpou com o país em entrevista ao jornal "O Estado de São Paulo". "Posso me desculpar agora? Foi uma piada que eu fiz. Eu li um artigo sobre os assaltos e sequestros no Brasil. Daí escolhem o Rio, sabe? Soube que alguns políticos brasileiros ficaram realmente bravos comigo. E eu só sabia falar: 'Tudo bem?' e 'Obrigado'. Eu disse que Chicago mandou Oprah Winfrey e Michelle Obama, enquanto vocês levaram 50 strippers e cocaína. Droga, ofendi todo mundo! Me desculpe! É o que acontece com comédia. Quando você ultrapassa essa linha, tem gente que vai rir e gente que vai se ofender."

No YouTube, é possível rever o vídeo com a piada de Williams. Além do Rio e de Chicago, Tóquio e Madri também participaram da fase final do processo seletivo da Olimpíada de 2016.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave