Brasil terá time misto na etapa tailandesa do Grand Prix

Para descansar titulares e dar ritmo a outras atletas importantes, Zé Roberto Guimarães já avisou que irá mexer na equipe

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Brasil acordou durante o jogo e cosneguiu vitória sobre a Polônia
Alexandre Arruda / CBV
Brasil acordou durante o jogo e cosneguiu vitória sobre a Polônia

Ao que tudo indica, o técnico Zé Roberto Guimarães deve promover mudanças no primeiro jogo do Brasil na etapa tailendesa do Grand Prix. O objetivo é descansar as titulares e dar ritmo a outras reservas importantes, como Natália e Tandara, que têm entrado muito bem.

“Elas (Fabíola, Tandara e Natália) estão sendo muito importantes, ajudaram o time nesta etapa de São Paulo. E é disso que a gente precisa, de um time de 14 jogadoras, em que não exista diferença entre as que entram e as que jogam. Lá nós vamos tentar dar mais ritmo às jogadoras que jogam menos, mas as que jogam precisam manter o ritmo”, afirmou o treinador brasileiro.

Com 100% e aproveitamento até então, a seleção terá como adversários nesta semana República Dominicana, Estados Unidos e Tailândia. Depois, o grupo segue para o Japão onde deve enfrentar sequências mais duras, e para isso, Zé Roberto pretende ter todo o elenco em boas condições.

“As jogadoras não vão estar bem todos os dias. Vamos precisar ter um time versátil para que, se uma não estiver bem um dia, a outra entre e mantenha o nível da equipe. Esta é a busca constante. Não podemos ter apenas seis, sete jogadoras. Time que só tem essa quantidade de jogadora não ganha Mundial e nem Olimpíada”, concluiu o técnico.