Biden sinaliza ampliação do envolvimento no Iraque

O vice-presidente dos Estados Unidos disse ao presidente do Iraque, Fuad Masum, nesta segunda-feira (11) que o país está pronto para ajudar o novo governo a enfrentar os militantes do movimento Estado Islâmico

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse ao presidente do Iraque, Fuad Masum, nesta segunda-feira (11) que o país está pronto para ajudar o novo governo a enfrentar os militantes do movimento Estado Islâmico, sinalizando um possível envolvimento maior dos EUA no Iraque.

Biden conversou com Fuad Masum após a decisão do líder iraquiano de nomear Haider Al Abadi para o cargo de primeiro-ministro do país. A escolha de Abadi coloca a presidência iraquiana em rota de choque com o atual premiê Nouri al-Maliki, que quer um terceiro mandato de quatro anos no posto.

A administração do presidente Barack Obama parece estar apoiando Masum, e Biden disse que os EUA dão suporte "ao seu papel em garantir a Constituição iraquiana", disse a Casa Branca em um comunicado. "O vice-presidente saudou Masum por responder a este marco importante e reiterou os pedidos repetidos do presidente [Barack] Obama para a criação oportuna de um novo governo, mais inclusivo, que será capaz de lidar com as preocupações legítimas de todos os iraquianos", disse a Casa Branca.

O governo dos EUA está contando com uma nova gestão iraquiana para ajudar a estabilizar a política no Iraque e, com isso, permitir que as forças locais combatam militantes do Estado Islâmico. O grupo militante sunita conquistou grandes áreas de território iraquiano desde junho. Fonte: Dow Jones Newswires.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave