Cruzeiro busca acordo com Goiás para enfrentar esmeraldino em Brasília

Punido pelo STJD, time goiano perdeu quatro mandos de campo e pensa em jogar essas partidas na Arena Pantanal, em Cuiabá

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES E BRUNO TRINDADE |

Estádio será palco de sete jogos na Copa do Mundo
Agência Brasil
Estádio será palco de sete jogos na Copa do Mundo

A diretoria do Cruzeiro se movimenta nos bastidores e em breve tentará conversas com a presidência do Goiás para, quem sabe, conquistar um acordo sobre o palco do jogo entre as equipes, marcado para a 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Como o time esmeraldino não poderá receber a Raposa no Serra Dourada, por punição de quatro jogos recebida do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), os dirigentes mineiros pretendem convencer os goianos a levar essa partida para o estádio Mané Garrincha, em Brasília.

A ideia inicial dos goianos é mandar seus jogos na Arena Pantanal, em Cuiabá. Tudo por conta de uma bomba que foi arremessada da arquibancada no gramado do Serra Dourada, na partida entre Goiás e Sport, na 11ª rodada. Para fechar o acordo, o presidente celeste Gilvan de Pinho Tavares tentará fisgar os cartolas esmeraldinos “pelo bolso”.

Segundo apurou o Super FC, a proposta do mandatário cruzeirense se baseará em dois princípios: estádio cheio e mais dinheiro na conta dos goianos. Jogando em Brasília, que fica a mais de 200 km de Goiânia, além dos próprios torcedores do Goiás, muitos cruzeirenses podem marcar presença nas arquibancadas. O que acarretaria uma maior renda, valor todo destinado aos cofres verdes.

Gilvan levantou essa hipótese nos últimos dias e, até onde a reportagem apurou, a ideia agradou ao técnico Marcelo Oliveira e sua comissão. Nos próximos dias, aproveitando a boa relação que tem com o Goiás, Gilvan entrará em contato com o presidente esmeraldino para apresentar a proposta.

O primeiro jogo da Raposa no novo Mané Garrincha aconteceu em maio, na terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o time mineiro bateu o Atlético-PR, então mandante, por 3 a 2. Gols de Ederson e Marcelo para o Furacão, com Nilton, Souza e Marcelo Moreno dando o troco a favor da Raposa.