Fotógrafo argentino viaja o mundo registrando beijos

Ignacio Lehmann diz que as diferenças entre as cidades e países captadas são notórias na expressão corporal das pessoas; Brasil está entre os países que ainda vai passar

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Beijos são registrados em diferentes partes do mundo.
Ignacio Lehmann
Beijos são registrados em diferentes partes do mundo.

Um fotógrafo argentino resolveu viajar o mundo registrando beijos de seres humanos e de animais. Ignacio Lehmann divulgou o projeto “100 World Kisses” (“A Volta ao Mundo em 100 Beijos”, em tradução livre) e já rendeu mais de 1,5 mil imagens, divididas por 20 cidades, em 12 países do mundo.

A ideia do fotógrafo é captar 100 fotos de beijos em cada cidade que visita, o que obriga a muitas horas de observação e espera pelo momento de afeto. Ele passou por Nova York, Londres, Paris, Tóquio, Cartagena, Buenos Aires e Macchu Picchu, onde o beijo é celebrado como o momento alto, seja ele romântico entre casais, de amor entre pai e filho ou cúmplice entre dono e cachorro.

Em uma época em que o caos e a violência continuam marcando o cotidiano de muitas pessoas, Lehmann quis imortalizar o oposto, o humano e revitalizante. Ele diz que as diferenças entre as cidades e países captados são notórias também na expressão corporal das pessoas, diferente em cada canto do mundo.

O fotógrafo não pretende parar por aqui e o Brasil está entre um dos países que ainda pretende passar. Enquanto isso não acontece, confira alguns registros feitos por  Ignacio Lehmann.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave