Moradores se acorrentam ao Palácio da Liberdade e pedem negociação

Eles querem que o despejo seja suspenso e que seja aberta uma nova rodada de negociações

iG Minas Gerais | Aline Diniz |

Moradores de ocupações se acorrentaram aos portões do Palácio da Liberdade
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Moradores de ocupações se acorrentaram aos portões do Palácio da Liberdade

Moradores das ocupações Rosa Leão, Vitória e Esperança, na região da Granja Werneck, na região Norte de Belo Horizonte, se acorrentaram aos portões do Palácio da Liberdade na manhã desta segunda-feira (11). O ato é uma forma de protestar contra o despejo das famílias que vivem nas ocupações da região conhecida como "Mata do Isidoro", que está programada para acontecer nos próximos dias.

De acordo com Rafael Bittencourt, do movimento Brigadas Populares, há cerca de 20 pessoas acorrentadas. Outras 300, segundo Bittencourt, estão na praça da Liberdade para apoiar os manifestantes, que devem ficar no local por tempo indeterminado. Eles carregam faixas com a frase "Resiste Isidoro" e gritam palavras de ordem. A Polícia Militar (PM), no entanto, informou que há cerca de 100 pessoas em frente ao palácio.

Segundo a BHTrans, eles ocupam três faixas da avenida Bias Fortes, na praça da Liberdade.

 

 

 

 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave