Prefeitos criticam abandono e falta de material de campanha

Gestores petistas reclamam da ausência de peças para promoção de Pimentel no interior de Minas

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda e Larissa Arantes |

“Vou apoiar Pimentel, mas não chegou nenhum material ainda. Já do Pimenta, chega muito aqui.” - Antônio Júlio (PMDB), prefeito de Pará de Minas
LEO FONTES / O TEMPO
“Vou apoiar Pimentel, mas não chegou nenhum material ainda. Já do Pimenta, chega muito aqui.” - Antônio Júlio (PMDB), prefeito de Pará de Minas

Enquanto a campanha dos candidatos ao governo de Minas Gerais está a todo vapor na capital e na região metropolitana, o interior ainda está alheio em relação às eleições. Além das poucas agendas nas diversas regiões do Estado, outro problema que agrava a situação é a falta de material de campanha em quantidade suficiente dos dois principais candidatos: Fernando Pimentel (PT) e Pimenta da Veiga (PSDB). Os aliados petistas são os que mais reclamam.

Prefeitos ligados a Pimentel afirmam que só chegam materiais publicitários do adversário tucano, o que enfraquece os pedidos de votos em seus municípios. O prefeito de Pará de Minas, na região Central, Antônio Júlio (PMDB), revela que ainda não recebeu nenhum santinho ou adesivo. “Vou apoiar Pimentel, mas não chegou nenhum material ainda. Já do Pimenta, chega muito aqui”, comentou.

Em São Francisco, na região Norte, nem mesmo os panfletos de Pimenta chegaram. Segundo a prefeitura, a escassez também atinge municípios vizinhos, que “parecem estar desligados da campanha”.

Em Barbacena, na região Central, a reclamação dos aliados de Pimenta é em relação à pouca quantidade de santinhos dele e do senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB). “A maioria das cidades da região apoia Pimenta, e ele parece ser o único que já enviou material, mas ainda não é suficiente. Pimentel ainda não mandou nada, e Tarcísio Delgado (candidato do PSB ao governo) ainda nem divulgou campanha no município”, enfatizou o prefeito e presidente da Associação Mineira de Municípios, Antônio Andrada (PSDB).

O mesmo problema está sendo enfrentado por correligionários e aliados do PSDB em Guaxupé, no Sul de Minas. O prefeito tucano Jarbas Correa disse que, mesmo após mais de 30 dias de campanha, nenhum contato foi feito para realização de agendas no município. “A cidade está bastante desligada das eleições”, avaliou.

Como mostrou O TEMPO na última terça-feira, Pimenta e Pimentel privilegiaram a região metropolitana. Enquanto o tucano foi por sete vezes às cidades próximas a Belo Horizonte, o petista esteve cinco vezes na mesma região. Em outras localidades, Pimenta esteve em mais cidades do que Pimentel.

Resposta. A falta de material da campanha petista já virou pauta de reunião da executiva nacional do partido. A informação é que houve um atraso na produção, mas que as peças teriam começado a chegar ao Estado anteontem.

A assessoria do PSDB garantiu que todas as cidades de Minas irão receber o material da campanha, que está sendo entregue desde o dia 22 de julho. Uma nova remessa teria começado a ser distribuída na semana passada.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave