Pato faz dois, decide e Kaká volta ao Morumbi com vitória

Resultado aproximou o Tricolor do G4 da competição, em quinto com 23 pontos, três atrás do Fluminense, o quarto colocado

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Alexandre Pato e Kaká comemoram vitória tricolor no Morumbi
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO
Alexandre Pato e Kaká comemoram vitória tricolor no Morumbi

Os quase 30 mil torcedores que foram ao Morumbi neste domingo ver a reestreia de Kaká no estádio com a camisa do São Paulo acabaram assistindo à melhor exibição de Alexandre Pato pelo clube até o momento. O atacante "roubou" a cena de seu ex-companheiro de Milan, marcou duas vezes e liderou o tranquilo triunfo sobre o Vitória por 3 a 1, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado aproximou o São Paulo do G4 da competição, em quinto com 23 pontos, três atrás do Fluminense, o quarto. A equipe paulista agora volta suas atenções para a Copa do Brasil, pela qual enfrentará o Bragantino, quarta-feira, novamente no Morumbi. Já o Vitória estacionou nos 14 pontos, um acima da zona de rebaixamento, em 14.º. No próximo domingo, o time baiano pegará a Chapecoense em casa.

Neste domingo, o São Paulo começou avassalador, marcou seus três gols antes dos primeiros 40 minutos e depois administrou a partida. Pato foi o principal nome da equipe, que ainda contou com boas exibições de Ganso e Douglas. Kaká, por outro lado, esteve apagado e pouco apareceu em campo.

O JOGO - O clima era de festa antes da partida e a torcida estava empolgada, mas em campo o São Paulo sofreu um grande susto antes do primeiro minuto. Logo aos 40 segundos, Dinei desviou de cabeça, Caio dominou tirando com extrema facilidade de Antonio Carlos, mas de frente para Rogério Ceni se afobou e jogou por cima.

Ao contrário do que se esperava, o começo era de um Vitória melhor e o time baiano voltou a incomodar com Marcinho. Irregular, o São Paulo só abriria o placar com uma grande ajuda do adversário. Aos 16 minutos, Ganso foi lançado, a bola foi muito forte e ficou tranquila para Alemão. Mas aí o zagueiro cometeu uma falha incrível e devolveu no pé do meia são-paulino. Ganso, então, mostrou toda sua qualidade e deu enfiada perfeita para Pato, que só tocou para o gol.

O gol deixou o Vitória desorientado e a tarefa ficou bem mais fácil para os donos da casa, ainda mais depois que o time baiano ficou reclamando de um pênalti, depois que Reinaldo empurrou Caio dentro da área. Aos 31 minutos, Douglas avançou pelo meio e deu enfiada precisa para Alan Kardec. O atacante, que tinha posição legal graças ao cochilo de Ayrton, teve calma para tirar do goleiro e tocar para o gol, ampliando o placar.

Estava muito fácil para o São Paulo e Pato fez mais um aos 38 minutos. A defesa do Vitória não conseguiu afastar a bola pela esquerda, Douglas retomou e a sobra ficou com o atacante. Lembrando seus melhores dias, ele pensou rápido, dominou e já disparou de esquerda, no canto direito de Wilson, que foi buscar no fundo da rede pela terceira vez.

O jogo era todo do São Paulo, que se complicou de forma infantil nos acréscimos. Após cobrança de Ayrton pela direita, a zaga anfitriã tentou fazer linha de impedimento. Kadu veio de trás, sozinho, teve tempo para dominar, pensar e tocar sob Rogério, diminuindo o prejuízo.

O gol empolgou o Vitória, que voltou com tudo no segundo tempo e quase marcou aos cinco minutos, quando Willie fez linda jogada e só não marcou porque Rogério fez grande defesa. A resposta mais uma vez veio com o embalado Pato, que aos 11 minutos invadiu a área pela esquerda e tentou por cobertura, quase marcando um golaço. Ele mesmo perderia chance incrível, praticamente sem goleiro, aos 15, após cruzamento preciso de Douglas.

Com o passar do tempo e com a falta de boas oportunidades, o Vitória desanimou e o resultado parecia mesmo definido. Até o São Paulo diminuiu o ritmo, satisfeito com o placar e por mais que ficasse com a posse de bola já não ameaçava o gol de Wilson. Coube a Pato, já nos acréscimos, tentar pela última vez, mas o chute saiu por cima do gol.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 3 X 1 VITÓRIA

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Antonio Carlos (Paulo Miranda) e Reinaldo; Denilson, Souza, Paulo Henrique Ganso (Ademilson) e Kaká; Alexandre Pato e Alan Kardec (Osvaldo). Técnico: Muricy Ramalho.

VITÓRIA - Wilson; Ayrton, Alemão, Kadu e Euller (Mansur); Adriano, Luis Aguiar, Richarlyson (Willie) e Marcinho (José Welison); Caio e Dinei. Técnico: Jorginho.

GOLS - Alexandre Pato, aos 16 e aos 38, Alan Kardec, aos 31, e Kadu, aos 46 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - André Luiz de Freitas Castro (GO).

CARTÕES AMARELOS - Antonio Carlos, Osvaldo, Kaká, Douglas, Denilson (São Paulo); Euller, José Welison (Vitória).

PÚBLICO - 29.202 torcedores.

RENDA - R$ 869.534,00.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).