Campeão em Toronto, Tsonga evita 80º título de Federer

tenista francês ficou com o troféu do importante torneio canadense depois de surpreender também Djoko e Andy Murray

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

ALASTAIR GRANT/AP PHOTO
undefined

Em uma semana histórica para a sua carreira, na qual surpreendeu Novak Djokovic e Andy Murray, Jo-Wilfried Tsonga fechou em grande estilo a sua participação no Masters 1000 de Toronto. O tenista francês ficou com o título do importante torneio canadense ao vencer o suíço Roger Federer por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (7/3), neste domingo, na final.

Apenas o 13º cabeça de chave em Montreal, Tsonga se sagrou campeão pela primeira vez nesta temporada e assim conquistou o 11º torneio em sua carreira. Para completar, evitou o que poderia ter sido um histórico 80º troféu de simples do recordista de títulos de Grand Slam.

Além de Djokovic, Murray e Federer, o atual 15º colocado do ranking mundial derrotou um quarto tenista que hoje faz parte do Top 10 nesta sua assombrosa campanha no Canadá. Na semifinal, no último sábado, ele passou pelo búlgaro Grigor Dimitrov, atual oitavo tenista do mundo.

Essa também foi a quinta vitória de Tsonga em 16 jogos com Federer, que tentava ganhar o seu terceiro título na temporada depois de ter se sagrado campeão em Dubai e Halle. Antes de cair na decisão deste domingo, o suíço havia derrotado o francês por duas vezes neste ano. Primeiro no Aberto da Austrália e depois no Masters 1000 de Montecarlo.

Desta vez, porém, Tsonga voltou a provar que merecia ficar com o título em Montreal. Com grande eficiência no saque, com o qual acumulou 11 aces, converteu o único break point cedido pelo suíço no primeiro set para assegurar a vantagem inicial de 7/5.

Na segunda parcial, o francês seguiu dominante com o serviço na mão, enquanto Federer precisou salvar seis chances de quebra e um match point no décimo game para seguir vivo no jogo. Entretanto, o gênio do tênis acabou sucumbindo no tie-break, no qual seu rival continuou sacando com eficiência e fechou o duelo em 7/3 após um erro cometido pelo seu adversário.  

Leia tudo sobre: torontocanadátsongatítulofedererdjokoandy murraytênis