Atlético-PR vence o Botafogo e se recupera no Brasileiro

Com os dois gols anotados no fim de cada tempo, Furacão se manteve na quinta colocação e afundou adversário para mais perto da Z-4

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Com gols de Cléo e Douglas Coutinho, Atlético Paranaense levou a melhor sobre o Botafogo
Mauricio Mano/Site Oficial AtléticoPR
Com gols de Cléo e Douglas Coutinho, Atlético Paranaense levou a melhor sobre o Botafogo

Em uma partida fraca tecnicamente, com excesso de marcação, o Atlético Paranaense se recuperou de duas derrotas consecutivas e com um gol no final de cada tempo venceu o Botafogo por 2 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Botafogo ficou mais próximo da zona de rebaixamento, em 16.º lugar, com 13 pontos e o Atlético permaneceu provisoriamente na quinta colocação, com 22 pontos.

As duas equipes entraram em campo preocupadas com a marcação. Depois de duas derrotas consecutivas o técnico do Atlético, Doriva, optou pela retirada do atacante Douglas Coutinho, artilheiro da equipe, para a manutenção de Cléo e a entrada de Bady no meio de campo.

Com isso, o time perdeu a principal característica que era usar a velocidade dos atacantes pelas pontas e o jogo ficou previsível. O Botafogo mostrava pouca inspiração e facilitava a marcação feita pelo time da casa. O primeiro tempo iria terminar sem emoção, até que em uma jogada do lateral-esquerdo Natanael, aos 45 minutos, Cléo completou de cabeça e abriu o marcador.

Na segunda etapa o Atlético, em vantagem no placar, reforçou o meio com Otávio na vaga de Bady, e passou a esperar os cariocas em seu campo. Com mais espaço, o Botafogo pressionou e criou chances de gols que pararam nas mãos de Wéverton. Em um dos lances de maior perigo, Edilson cruzou para Emerson, que completou de cabeça e exigiu defesa parcial, na volta, Zeballos completou e o goleiro novamente defendeu.

Três minutos, depois Zeballos perdeu nova chance de empatar ao desperdiçar um chute livre da marca de pênalti. Já nos acréscimos, aos 47, o atacante Douglas Coutinho recebeu a bola de Marcos Guilherme em um contra-ataque, avançou, driblou o goleiro e tocou para as redes.

No final da partida o zagueiro Dória lamentou o resultado. "Foi um momento complicado, precisamos levantar a cabeça para sair dessa situação, levamos gols por desatenção."

Com sete gols e um dos artilheiros da equipe, o atacante Douglas Coutinho analisou a recuperação da equipe. "O time estava bem, mas os dois últimos jogos com resultado negativo fez com que avaliássemos o time e agora conquistamos a vitória de novo", concluiu.

Leia tudo sobre: atlético-prfuracãoarena da baixadacuritibabotafogobrasileirãodorivacléobadyzeballosdouglas coutinho