Zé Roberto celebra vitória: 'Fizemos os EUA errarem'

Seleção feminina segue invicta e perdeu apenas um set; adversário deste domingo havia vencido quatro jogos na pré-temporada

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Brasil se desdobrou para pegar bolas no fundo e forçar erros norte-americanos
FIVB/Divulgação
Brasil se desdobrou para pegar bolas no fundo e forçar erros norte-americanos

A seleção brasileira feminina de vôlei segue imbatível no Grand Prix e neste domingo fez mais uma vítima, os Estados Unidos, ao vencer por 3 sets a 0 em São Paulo, com parciais de 25/20, 25/22 e 29/27. O técnico José Roberto Guimarães saiu de quadra extremamente satisfeito com o resultado e com a atuação de suas comandadas, que, segundo ele, fizeram o adversário errar.

"O Brasil teve uma regularidade maior que o adversário e fizemos com que os Estados Unidos cometessem mais erros. Os dois times são muito equivalentes, apesar do resultado, não podemos dizer qual é melhor. Todos os jogos serão difíceis. Hoje fomos melhores e temos time para jogar de igual para igual contra qualquer equipe do mundo. Isso é muito importante", comentou.

O resultado deixou o Brasil na liderança isolada da competição, com 18 pontos após seis partidas e apenas um set perdido até o momento. A China, segunda colocada, tem 13. Apesar da grande campanha, o treinador brasileiro fez questão de avisar: "Precisamos de uma vitória para nos classificarmos, não tem nada ganho ainda".

A análise de Zé Roberto sobre o duelo deste domingo foi entoada por suas comandadas. Entre elas, a central Thaísa, grande destaque da vitória. A jogadora terminou como principal pontuadora da partida, ao anotar 12 pontos (nove de ataque, dois de bloqueio e um de saque).

"Nós forçamos os erros das norte-americanas. Algumas vezes, mandávamos a bola para o outro lado para fazermos elas jogarem. No jogo contra os EUA temos que errar pouco. Sabíamos que a partida seria mais propícia para o bloqueio amortecer, diferente de ontem (contra a Rússia) que conseguimos pontuar bastante neste fundamento. Nosso fundo de quadra está de parabéns, algumas bolas que não conseguimos fazer subir nos amistosos, hoje deram certo", disse ela.

Leia tudo sobre: brasilestados unidoseuazé robertovitóriathaísapontuadoraerrosbloqueio