Duda fatura o ouro no salto em distância no GP Brasil

Esta foi primeira conquista do atleta desde que se recuperou de uma lesão no joelho; saltador havia sido o sexto no Ibero-Americano, na última semana

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O brasileiro Mauro Vinícius da Silva, o Duda, conquistou neste domingo a sua primeira vitória desde que voltou às competições após se recuperar de uma lesão no joelho. Depois ser apenas o sexto colocado no Campeonato Ibero-Americano, na semana passada, no seu retorno, Duda faturou a medalha de ouro na disputa do salto em distância no GP Brasil de Atletismo, realizado em Belém.

Bicampeão mundial indoor, Duda alcançou a marca de 7,74 metros no seu melhor salto neste domingo. E isso foi suficiente para assegurar a sua vitória, acompanhado dos brasileiros Higor Silva (7,72m) e Paulo Sergio dos Santos Oliveira (7,62m) no pódio. "Estou voltando, sem forçar demais, sinto que estou evoluindo", disse Duda.

"Já foi melhor do que no Ibero-Americano (saltou 7,56 metros no Ibirapuera). Agora, é pegar mais ritmo de competição e ir além dos 8 m, mas gostei de ter conquistado o tricampeonato, depois de vencer aqui em 2012 e 2013", concluiu.

Jucilene Sales de Lima conquistou a medalha de ouro em Belém ao vencer a disputa do lançamento de dardo, com 61,99 metros, quebrando o recorde nacional. Ela foi acompanhada no pódio pelas compatriotas Rafael Torres Gonçalves, segunda colocada com 56,60 metros, e Laila Ferrer Domingos, terceira com 55,91 metros. "Vencer é sempre bom, ainda mais com recorde", disse.

A norte-americana Tiffany Towsend ganhou a disputa dos 200 metros em 23s17. A brasileira Ana Cláudia Lemos ficou em segundo lugar, com 23s28, e Miki Barber, também dos Estados Unidos, fez 23s63 e completou o pódio. "Não gostei muito do resultado, esperava fazer mais", disse a brasileira, que disputou pela primeira vez em 2014 os 200 metros. "Mas vou trabalhar para melhorar nas próximas provas", completou.

Antoine Adams, de São Cristóvão e Névis, foi ouro na prova masculina ao marcar 20s79, enquanto o brasileiro Aldemir Gomes da Silva Junior foi o terceiro colocado, com 21s04.

Anderson Freitas Henriques venceu os 400 metros com o tempo de 45s52 e foi acompanhado no pódio pelos brasileiros Pedro Luiz Burmann de Oliveira, com 45s73, e Peterson dos Santos, com 46s68. A colombiana Yosiri Urrutia garantiu a medalha de ouro no salto triplo com 14,24 metros, seguida pelas brasileiras Keila Costa, com 14,13m, e Tania Ferreira da Silva, com 14,04m.

A russa Anastasia Bazdyreva ganhou a disputa dos 800 metros em 2min03s83, à frente das brasileiras Anastasia Bazdyreva, com 2min05s56, e Tatiane Raquel da Silva, com 2min07s03. A versão masculina da prova foi vencida pelo colombiano Rafith Rodriguez com o tempo de 1min45s81.

Cleopatra Borel, de Trinidad Tobago, foi campeã na disputa do arremesso de peso (18,29m) e a brasileira Geisa Arcanjo ficou em terceiro lugar (17,54m). O colombiano Maurício Ortega levou o ouro no lançamento de dardo (59,75m) e Ronald Julião foi o terceiro (57,68m).

O queniano John Kipkoech ganhou a disputa dos 3 mil metros no GP Brasil com o tempo de 7min56s36. Por sua vez, o etíope Buzuayeuhu Mohamed foi ouro nos 3 mil metros com obstáculos ao marcar 9min55s22 em Belém.

Leia tudo sobre: atletismodudasalto em distânciagp brasilibero-americnaobelémmedalhaouro