No Rio, Flamengo tenta deixar a lanterna contra o Sport

Com novidades no ataque, rubro-negro recebe pernambucanos para deixar lugar incômodo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Alecsandro é o artilheiro do Campeonato Carioca com seis gols
SITE OFICIAL/REPRODUÇÃO
Alecsandro é o artilheiro do Campeonato Carioca com seis gols

Em posições bastante distintas no Campeonato Brasileiro, Flamengo e Sport se enfrentam às 16 horas deste domingo, no estádio do Maracanã, pela 14.ª rodada. O time rubro-negro carioca ocupa a lanterna da competição e só tem a opção de vencer o rival pernambucano para tentar se ver livre desta posição incômoda.

O técnico Vanderlei Luxemburgo promoveu mudanças em relação ao time que perdeu para a Chapecoense na última rodada. O atacante Paulinho, que se recuperou de uma contusão na coxa, foi confirmado no ataque ao lado de Alecsandro. O meia argentino Mugni perdeu sua vaga para Luiz Antônio. Com isso, o Flamengo passará a atuar com três volantes e apenas um meia ofensivo.

Após o treino da última sexta-feira, o treinador defendeu o sistema de jogo mais conservador. “Com essa formação, o meio-campo fica muito forte sem deixar de jogar. Canteros e Luiz Antônio saem para o jogo e protegem um pouco mais os laterais”, argumentou Luxemburgo.

Opção no banco de reservas, o atacante Eduardo da Silva espera uma oportunidade no decorrer do jogo para fazer sua estreia no Maracanã. Criado na Vila Kennedy, comunidade localizada na zona oeste do Rio, o jogador foi para o futebol croata aos 16 anos e fez carreira na Europa até chegar ao Flamengo, em julho. Desde então, o jogador tem manifestado a sua vontade de atuar no estádio.

Ciente da fase pela qual o time passa, a diretoria do Flamengo lançou uma promoção para atrair os torcedores ao estádio, neste Dia dos Pais. Os ingressos do setores de menor custo - Norte e Sul -, que normalmente saem por R$ 60, estão sendo vendidos por R$ 40 (R$ 20 meia-entrada). E a torcida reagiu bem ao incentivo. Até a noite de quinta, mais de 10 mil ingressos já haviam sido vendidos.

Leia tudo sobre: rioflamengosportmaracanãbrasileirão