Motociclista é assassinado e testemunha tenta roubar moto da vítima

Ele foi surpreendido pelo suspeito que também estava em uma moto e houve troca de tiros, mas a vítima acabou morrendo; um homem tentou roubar a moto dele, mas acabou desistindo ao ver que vazava combustível por causa dos tiros.

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Um homem morreu ao ser baleado enquanto estava em uma moto, na madrugada deste domingo (10) em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. A vítima ainda quase teve a moto furtada enquanto agonizava no chão, pouco antes de morrer. A suspeita é que o crime tenha sido motivado por vingança.

Segundo a Polícia Militar, Willian Tadeu Pedrosa, 22, dirigia a sua moto pelas ruas do bairro Conjunto Liberdade, quando foi surpreendido por outro motociclista. O suspeito emparelhou o veículo com o da vítima e passou a atirar em Pedrosa que, também tinha uma arma, e reagiu. Eles trocaram tiros, mas a vítima já havia sido atingida diversas vezes e acabou caindo da moto. O suspeito fugiu, em seguida, e não foi mais localizado.  Pouco antes de Pedrosa morrer, um homem roubou a arma dele e ainda tentou roubar a moto, que estava caída no chão. No entanto, como um dos tiros atingiu o tanque da moto e fez com que o combustível vazasse, ele não conseguiu levar o veículo. Mas fugiu com a arma da vítima.

A polícia levantou três suspeitos pelo crime, sendo apontados um homem conhecido como Batoré, outro conhecido como Jefinho e um terceiro conhecido como Alvin, com quem a vítima tinha um desafeto, já que Alvin havia jurado Pedrosa de vingança, alegando que a vítima havia matado o irmão dele. Ninguém foi preso.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave