Avacoelhada

iG Minas Gerais |

A comissão técnica do América se preocupa tanto com a forma do adversário jogar que se esqueceu de criar o próprio padrão de jogo. Insiste na tentativa de usar o 4-2-3-1, sem considerar o perfil da equipe. Prioriza os treinos de bola parada em vez de qualificar a troca de passes. Os defeitos foram repetidos e ampliados na derrota para o Icasa: Tchô ficou isolado no centro; Pablo, Gilson e Willians mais preocupados em defender do que atacar; André, Vitor Hugo e Guerreiro rifaram os lançamentos; Andrei nem marcou nem avançou; Obina só teve uma oportunidade para finalizar; Ricardinho, com muitos erros de passes e finalizações, continuou improdutivo. Se fosse prata da casa não teria as mesmas chances. Aliás, Núbio Flávio, outro campeão brasileiro sub-20 mal aproveitado no profissional, em poucos minutos produziu mais que Ricardinho.

A voz da Massa

Saudações alvinegras! Hoje tem Galão da Massa no Horto. É até redundante falar da necessidade da vitória, ainda mais porque dentro de casa não dá pra ficar perdendo pontos de bobeira. Como já se sabe, o Galo tem sérias dificuldades de enfrentar esquemas muito defensivos, como deve ser o caso do Palmeiras hoje. Portanto, eu entraria com uma formação diferente para furar essa retranca. Colocaria Luan no lugar de Jô, tornando o nosso ataque mais leve e, por conseguinte, mais rápido, sem aquele manjado centroavante no meio dos zagueiros, que é sempre muito fácil de ser marcado. Mas, visto que Jô esclareceu os problemas recentes com o clube e fez as pazes com papai Kallil e com Levir, deve ser quem vai jogar. Agora só falta fazer as pazes com a torcida. Para isso, a única maneira é voltar a fazer gols. Aí fica tudo na boa. Pra cima deles, Galo!

A voz Celeste É inegável o crescimento da nação celeste. Nesta semana o Cruzeiro ultrapassou a casa dos 60 mil sócios torcedores. Já deixamos para trás Flamengo, Corinthians e vários grandes. Em número de sócios só Grêmio e Internacional estão a nossa frente. Mas em arrecadação, o maior de Minas deve ser o primeiro. Os clubes gaúchos possuem algumas modalidades de sócios, nas quais a mensalidade é baixíssima, mantêm só para fazer número. Temos que parabenizar o departamento de marketing do Cruzeiro que está fazendo um trabalho maravilhoso. O diretor Marcone Barbosa sabe das coisas, tem feito algumas campanhas, inclusive fora do Brasil. A sacada de colocar a pequena Gabriela como a sócia 60 mil foi extraordinária. O marketing está fazendo a campanha destinada às crianças, o que faz com que a nação azul não pare de crescer. O restante dos guerreiros se faz dentro de campo.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave