Marcelo Oliveira explica substituições feitas contra o Criciúma

Cruzeiro terminou a partida com uma equipe bastante ofensiva, mas não conseguiu tirar o zero do placar

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cruzeiro inicia preparação para o jogo nesta segunda, pela tarde
Washington Alves/VIPCOMM
Cruzeiro inicia preparação para o jogo nesta segunda, pela tarde

A ânsia por uma vitória fora de casa diante do Criciúma foi visível diante da luta dos jogadores dentro de campo e também mostrada pelas substituições acionadas pelo técnico Marcelo Oliveira: Dagoberto (Lucas Silva), Willian (Marquinhos) e Alisson (Marcelo Moreno).

O comandante celeste explicou as mudanças ofensivas feitas, além da entrada de Alisson para dar mais qualidade no passe final.

"Em algum momento passamos a jogar com o 4-1-4-1, com jogadores de boa técnica e velocidade. Depois colocamos o Alisson, que vinha bem. Mas não foi suficiente. As equipes que jogarem aqui terão muita dificuldade. Está dentro do normal", disse Marcelo Oliveira.

A entrega dos jogadores da Raposa foi seguidamente elogiada pelo treinador, que também lamentou a atuação do juiz, fato muito citado pelos cruzeirenses.

"Queríamos a vitória, claro, mas não houve acomodação, brigou, criou chances e o juiz nos tirou uma dela, que é a parte triste do espetáculo", completou.

O próximo compromisso do Cruzeiro será diante do Santos, às 16h de domingo (17), no Mineirão.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposamarcelo oliveirasubstituiçoescriciuma