Cruzeiro irá formalizar uma reclamação oficial contra a arbitragem

Dirigente celeste protestou contra o trio de arbitragem baiana capitaneada por Jailson Macedo Freitas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O tema 'arbitragem' foi constante entre jogadores, técnico e dirigente do Cruzeiro após o empate sem gols diante do Criciúma em Santa Catarina. O clube celeste reclama de dois gols mal anulados pelo trio de árbitros baianos capitaneado por Jailson Macedo Freitas.

"Eu acho que essa arbitragem de hoje foi uma das mais prejudiciais para o Cruzeiro nos últimos tempos. Perder dois gols em uma partida é uma coisa absurda. Além dos gols que ele anulou, ele teve uma inversão de faltas em número muito alta. O Cruzeiro irá formalizar uma reclamação oficial, porque não se pode acontecer isso", disse o gerente de futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa.

O primeiro lance aconteceu aos 18 minutos de jogo com o juiz marcando uma contestada falta de Ricardo Goulart em Fábio Ferreira, anulando o gol de Marquinhos. Já o segundo foi aos 15 min da etapa final: Everton Ribeiro finalizou e atingiu a trave; no rebote, Moreno cruza para Willian, que estufa as redes adversárias e vê o juiz marcando o impedimento.

"Eu prefiro levar pela falta de qualidade, porque o bandeira também tem uma participação direta nisso. Se o trio não consegue se conjugar bem é falta de qualidade. Em um campeonato dessa qualidade isso é um absurdo, isso pode pesar muito no final", completou.

Com o triunfo, o Cruzeiro chegou aos 30 pontos e pode ver o Fluminense e Internacional atingirem os 28 tentos ainda nesta rodada - Corinthians pode chegar a 27.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposavaldir barbosaarbitragemerrosanuladoimpedimento