Tucano espera virada com TV, petista aposta em consolidação

Pesquisa DataTempo divulgada nesta sexta mostra Pimenta com 20,7% e Pimentel com 33,2%

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda e Larissa Arantes |

Pimentel se reuniu com professores ontem em Belo Horizonte
FERNANDA CARVALHO
Pimentel se reuniu com professores ontem em Belo Horizonte

O resultado da pesquisa DataTempo/CP2 divulgada nesta sexta foi interpretado pelas campanhas dos candidatos ao governo de Minas como o início da consolidação dos votos dos eleitores mineiros, mas, segundo candidatos e lideranças partidárias, uma definição do quadro só se dará após o início da propaganda na televisão, a partir de 20 de agosto.  

O candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, disse ter ficado “gratificado” com o resultado que mostrou o petista com 33,2% das intenções de voto, contra 20,7% do candidato tucano ao Palácio Tiradentes, Pimenta da Veiga.

Pimentel destacou, porém, que só é possível comemorar o resultado após o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV. Não por acaso, o partido tem guardado todas as armas para as inserções midiáticas.

“Fiquei muito feliz e gratificado com esse resultado. Mostra o reconhecimento da população ao nosso trabalho, mas está muito longe da eleição”, ressaltou, durante encontro na capital com professores da rede estadual de ensino.

Os aliados de Pimenta da Veiga também esperam o início da propaganda na televisão para que o tucano reverta o quadro e avaliam ainda que o cidadão ainda está “distante da eleição”. “Os números são frios. O que posso dizer é que, na rua, o sentimento favorável a Pimenta da Veiga é muito forte”, avaliou o deputado estadual João Vítor Xavier (PSDB).

Os correligionários de Tarcísio Delgado (PSB), que aparece em terceiro com 2,8% das intenções de voto, afirmam que pesquisas internas do partido apontam um cenário melhor, principalmente na Zona da Mata, já que foi prefeito de Juiz de Fora. “O desempenho dele na região está muito bom e esperamos que cresça ainda mais em todo o Estado com a propaganda na TV”, explicou o presidente do PSB de Minas, deputado Júlio Delgado.

Com 0,7% das intenções de voto no , Fidélis Alcântara (PSOL) também aposta na televisão como ponto crucial para definir o voto. “Estamos no início da campanha, e sou o candidato menos conhecido. Depois do debate na TV, a tendência é que eu consiga crescer nas pesquisas”.DataTempo

DEBATE. Os dois principais postulantes ao Palácio Tiradentes, Pimenta e Pimentel, avaliaram de maneiras distintas o debate da Band Minas realizado na quinta-feira. “Foi um debate muito civilizado. Nenhum candidato se eximiu de colocar suas posições, mesmo com críticas”, destacou o petista. A equipe de campanha do PT divulgou nota afirmando que “Pimentel venceu o debate”.

Já Pimenta criticou a postura do adversário. “Lamento que, para tentar vencer uma eleição a qualquer custo, a estratégia do candidato do PT chegue ao ponto de desconsiderar o que há de positivo em Minas”, afirmou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave