Cinquenta fecham rua contra reintegração

Segurando cartazes, eles chegaram a fechar a via e fizeram uma passeata pela rua da Bahia e pela avenida Afonso Pena

iG Minas Gerais | Aline diniz |

Por mais de três horas, cerca de 50 moradores das ocupações Rosa Leão, Esperança e Vitória, na região Norte da capital, segundo policiais militares que estavam no local, se reuniram em frente ao prédio do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para protestar contra a ação de despejo que será executada pela Polícia Militar. Algumas horas depois, a Polícia Militar (PM) chegou a afirmar que 150 pessoas participaram da manifestação.  

Segurando cartazes, eles chegaram a fechar a via e fizeram uma passeata pela rua da Bahia e pela avenida Afonso Pena. Todo o protesto foi acompanhado pela PM. Os manifestantes e conseguiram a garantia de uma audiência de conciliação com o TJMG.

“Não há tentativa de diálogo (por parte do poder público). Estamos clamando pela intervenção do tribunal”, disse Isabela Miranda, membro do movimento social Brigadas Populares, que representa as ocupações. Ela afirmou que a prefeitura não tem um mapeamento de quantas crianças e idosos existem no local. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave