“O Ar Necessário” usa do ordinário para exprimir beleza e incertezas da vida

Andre di Bernardi lança seu quinto de livro de poemas neste sábado

iG Minas Gerais | Vinícius Lacerda |

Livro do escritor mineiro também será vendido em versão digital
RODRIGO CLEMENTE
Livro do escritor mineiro também será vendido em versão digital

“Eu não faço poesia com a pretensão de lançar um livro”. Com essa frase o poeta mineiro André di Bernardi antecipa o modo sob o qual “Ar Necessário”, editado pela Jaguatirica, foi concebido. A obra, que será lançada neste sábado na loja Osíris Vinhos, é uma seleção de textos feitos nos últimos cinco anos.

Composto de versos livres, os poemas investigam temas e objetos ordinários do cotidiano, revelando a beleza e essência desses. “A grande poesia está nas coisas mais simples”, afirma Bernardi. Exemplifica a temática o poema “Cebola”, no qual o poeta descreve aspectos da hortaliça e revela liricamente a beleza de seu gosto e uso.

A coletânea, porém, perpassa outros caminhos que, de forma mais indireta, elucidam as incertezas da vida. Tal processo é elaborado no prefácio escrito pelo jornalista e escritor João Paulo Cunha: “André entrega sua poesia, como se passasse perguntas adiante”, analisa.

Quinto livro do escritor mineiro, “O Ar Necessário” simboliza a maturação das palavras de Bernardi. “Lancei meu primeiro livro aos 24 anos e foi importante para iniciar o processo. Mas hoje, com 42, eu tenho menos ansiedade com relação à poesia. Eu sei que ela pode não acontecer e respeito isso. Meu lado lúdico se desenvolveu no decorrer dos anos e acredito que este livro é a síntese de tudo isso”, avalia ele.

Agenda

O quê. Lançamento do livro “O Ar Necessário”

Quando. Neste sábado, a partir das 14h

Onde. Osíris Vinhos (avenida Professor Mario Werneck, 1.480, lj.119, Buritis)

Quanto. Entrada franca

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave