Toda a riqueza portuguesa

Tour por quatro palacetes barrocos é principal atração dessa vila entre Lisboa e Cascais

iG Minas Gerais | Paulo Campos |

Palácio de Queluz fica a 15 km de Lisboa, no caminho para Sintra. A entrada custa 10 euros para visitar interior e jardins, mas há descontos para quem visita somente os jardins
Paulo Campos
Palácio de Queluz fica a 15 km de Lisboa, no caminho para Sintra. A entrada custa 10 euros para visitar interior e jardins, mas há descontos para quem visita somente os jardins

De Estremoz a Queluz, nossa road trip por Portugal retoma o caminho para Lisboa, a capital portuguesa. Nos arredores de Sintra, um circuito combina, em único ingresso, a visita a três palacetes magníficos em riqueza arquitetônica, artística e histórica: os palácios de Sintra, de Mafra e de Queluz, esse último entre Lisboa e Cascais.

Como nossa hospedagem é na Pousada D. Maria I, em frente ao palecete de Queluz, basta atravessar uma avenida.

Queluz é uma pequena versão de Versailles, na França, com rococós dourados, elaborados pátios e trabalhos em estuque. Apesar do esmero artesanal, as 22 salas a serem visitadas pecam pelo excesso decorativo.

O mais compensador é aproveitar seus jardins extravagantes, com as paredes azulejadas do canal, inúmeras estátuas, fontes e chafarizes.

Nas quartas-feiras, às 11h, há apresentações da Real Cavalaria Equestre e, à noite, entre maio e outubro, concertos de música.

Do lado, a pousada foi, no passado, uma extensão do palacete. O edifício, denominado Torre do Relógio, foi a antiga área de aposentos da Guarda Real Portuguesa. Recomenda-se experimentar a deliciosa culinária do restaurante Cozinha Velha. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave