Policia irá investigar caso de envenenamento de andarilhos em Uberaba

Suspeita foi levantada depois que um morador de rua foi internado em estado grave após comer um pão com carne oferecido por um estranho na rua; outros três andarilhos também foram socorridos, na semana passada, apresentando os mesmos sintomas

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

O delegado da Polícia Civil de Uberaba, no Triângulo Mineiro, Luís Antônio Blanco, irá investigar o suposto caso de envenenamento de andarilhos no município. A informação foi divulgada depois que um morador de rua de 41 ter sido internado em estado grave, na quinta-feira (7), no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), após comer um pão com carne oferecido por um estranho na rua.

Moradores do bairro São Cristóvão acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) depois que encontraram o andarilho caído na calçada e sentindo fortes dores. Populares relataram à equipe de socorristas que um cachorro e um gato que estavam com a vítima e também comeram o lanche e morreram depois de serem alimentados.A vítima que apresentava dificuldades para respirar foi submetida a um processo de entubação até chegar ao hospital, segundo informações do Samu.

Na unidade de saúde, ficou constatado que o morador de rua aparentava sintomas de quem foi intoxicado ao ingerir "chumbinho" (veneno usado para matar ratos). “O paciente mal conseguia falar, mas relatou que outras pessoas que moram na rua também passaram mal ao comer o pão oferecido pelo homem”, relatou uma funcionária do hospital, que preferiu não se identificar. A vítima segue internada na sala de emergência do Pronto Socorro.

A reportagem de O TEMPO, ainda, entrou em contato com o Corpo de Bombeiros da cidade para saber se a corporação também atendeu alguma vítima com esse tipo de sintoma nas últimas semanas, no entanto, nenhuma ocorrência do tipo foi registrada. “Os bombeiros ficaram sabendo dessas informações sobre envenenamento, mas não atendemos ninguém com esses sintomas aqui no município”, declarou o sargento Emerson Aparecido Ferreira.

Em reportagem publicada pelo G1, o coordenador Evaldo Filho, coordenador do Samu, informou que outros três andarilhos, que moram em uma casa abandonada no bairro São Cristóvão, também foram internados na última semana com os mesmos sintomas de envenenamento.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave