Melo passa e Canadá pode ter final brasileira nas duplas

Com a classificação do brasileiro à semifinal, cresce a chance dele enfrentar Bruno Soares na decisão do Masters 1000 de Toronto

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Marcelo Melo e Ivan Dodig são cabeça de chave número 4 no Aberto da Austrália
Divulgação/Vipcomm
Marcelo Melo e Ivan Dodig são cabeça de chave número 4 no Aberto da Austrália

A sexta-feira definitivamente foi boa para os brasileiros na chave de duplas do Masters 1000 de Toronto. Depois da vitória de Bruno Soares ao lado de Alexander Peya, Marcelo Melo também avançou às semifinais. Ele e seu companheiro Ivan Dodig, cabeças de chave número 4, comprovaram o favoritismo e passaram pelos espanhóis Marcel Granollers e Marc López por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 10/8.

Agora, Dodig e Melo terão pela frente o mexicano Santiago González e o croata Marin Cilic, que venceram por WO os franceses Richard Gasquet e Jo-Wilfried Tsonga. Na outra semifinal, Soares e Peya duelarão com o canadense Daniel Nestor e o sérvio Nenad Zimonjic, que derrotaram os franceses Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin em três sets: 2/6, 6/3 e 14/12.

SIMPLES - Na chave de simples, o búlgaro Grigor Dimitrov deu sequência à ótima fase que atravessa e se garantiu nas semifinais em Toronto, mas com muita dificuldade. Ele precisou de quase três horas para derrotar o sul-africano Kevin Anderson em jogo disputadíssimo nesta sexta-feira, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/5 e 7/6 (8/6).

O jogo foi equilibrado do início ao fim, muito graças ao ótimo saque de ambos os tenistas. Foram 15 aces para Anderson e 10 para Dimitrov, que se aproveitou melhor dos momentos decisivos e agora duelará com o francês Jo-Wilfried Tsonga na disputa por uma vaga na final da competição.

Leia tudo sobre: tenisduplastorontoMasters 1000 de Torontomarcelo meododig