Apolo Heringer anuncia apoio à candidatura de Eduardo Jorge

O ambientalista chegou a se filiar ao PSB na tentativa de ser candidato da legenda ao governo de Minas Gerais, mas o partido optou por Tarcísio Delgado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O ambientalista Apolo Heringer anunciou oficialmente nesta sexta-feira (8) o seu apoio à candidatura de Eduardo Jorge (PV) à Presidência, após a visita do presidenciável à capital mineira. Enfatizou, porém, que não se filiará ao partido. "Eduardo Jorge me convenceu que é o melhor candidato que temos, não foge de temas, tem boas propostas. Fiquei bem impressionado. Mas não vou me filiar ao PV. Não gosto de partido", declarou.

Heringer chegou a se filiar ao PSB na tentativa de ser candidato da legenda ao governo de Minas Gerais. Um pouco antes da convenção estadual que definiria a posição do PSB no pleito deste ano - Júlio Delgado, deputado federal e presidente do PSB-MG também estava no páreo - Heringer renunciou à pré-candidatura. Seu nome foi substituído por Tarcísio Delgado, ex-peemedebista filiado ao PSB no ano passado.

Questionado se ficou decepcionado com Marina Silva, que esteve em Belo Horizonte para defender a tese de candidatura própria do PSB em Minas, mas não defendeu enfaticamente o nome de Apolo, o ambientalista minimizou. "O preço da ilusão é a desilusão. Não teve ilusão com Marina e Rede. Apenas apostas de que a aliança teria forças para ser a terceira via, a alternativa ao PT e ao PSDB. Mas no fim essa aliança não emplacou uma candidatura diferente. Rede e PSB perderam essa oportunidade. E não falo só em Minas, mas em São Paulo também", declarou.

Após as recentes conversas com Eduardo Jorge, Apolo disse que o médico sanitarista "merece respeito". "Ele, sim, representa a terceira via. Só que o PV é um partido frágil, demorou a sair a sua candidatura. Mas o Brasil precisa de um movimento extrapartidário e extra período eleitoral para ter a sua transformação. Eu propus isso a ele", informou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave