Situação terá mais tempo de TV

Dos 17 governadores que tentam a reeleição neste ano, 12 terão mais tempo do que os rivais

iG Minas Gerais |

Salvador. Governadores em busca da reeleição, grupos de situação e herdeiros de políticos tradicionais terão vantagem na propaganda eleitoral de rádio e TV, que começará no próximo dia 19 de agosto. Os candidatos governistas terão maior fatia no palanque eletrônico no Distrito Federal e em 17 dos 26 Estados. Programas de oposição serão maiores em nove Estados.  

A estimativa foi feita a partir dos dados de bancadas na Câmara dos Deputados que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) usou para calcular o tempo dos candidatos à Presidência: PT, PMDB e PSD têm as maiores bancadas.

O recordista em tempo de propaganda no país é o candidato a governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), indicado pelo presidenciável Eduardo Campos (PSB) para sua sucessão. Com uma coligação de 21 partidos, o pessebista chegou a 10 minutos e 26 segundos – 51% do bloco de 20 minutos. É o único com mais tempo do que todos os adversários somados.

Dos 17 governadores que tentam a reeleição neste ano, 12 terão mais tempo do que os rivais.

Os governadores com desvantagem no tempo de TV para adversários são Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Simão Jatene (PSDB-PA), Confúcio Moura (PMDB-RO), Camilo Capiberibe (PSB-AP) e Ricardo Coutinho (PSB-PB).

Minas

A mais. Candidato da situação ao governo de Minas, Pimenta da Veiga (PSDB) terá 8 min e 5 seg na TV, enquanto seu principal adversário, Fernando Pimentel (PT), terá 5 min e 52 seg.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave