Ação terá 1.500 PMs e será de madrugada

O encontro durou pouco mais de uma hora, e o clima se manteve tenso

iG Minas Gerais | Cinthia Ramalho |

Durante a reunião entre a Polícia Militar e os moradores das ocupações Rosa Leão, Esperança e Vitória, realizada na tarde desta quinta, o major Didier Sampaio afirmou que 1.500 homens participarão da ação de reintegração de posse, uma das maiores já realizadas na capital.  

A PM ainda informou que os moradores só serão avisados sobre a data e o horário na véspera da operação, mas adiantou que a desocupação será realizada de madrugada e que pode demorar até uma semana.

O encontro durou pouco mais de uma hora, e o clima se manteve tenso. “Se não houver uma intervenção do governo federal e da prefeitura, esse será o maior massacre já visto em Minas Gerais”, disse Sharlene Cristina, uma das líderes das ocupações.

Também participaram da reunião representantes da Ordem dos Advogados do Brasil em Minas, do Ministério Público e da Defensoria Pública. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave