Solo é inspirado em memórias compartilhadas com a artista

Carioca Ivana Menna Barreto traz ‘Sem o Que Você Não Pode Viver?’ ao Observatório de Dança

iG Minas Gerais | Carlos Andrei Siquara |


Em cena, Ivana troca de figurino sugerindo outros personagens
Joao Penoni
Em cena, Ivana troca de figurino sugerindo outros personagens

Ivana Menna Barreto, entre 2010 e 2011, iniciou uma pesquisa guiada pela pergunta que depois deu nome à montagem “Sem o Que Você Não Pode Viver?”, a ser encenada de hoje a domingo, no Meia Ponta – Espaço Cultural Ambiente, dentro do Programa Observatório de Dança Contemporânea.

Ela conta que, nos lugares por onde passava, seja em viagens ou em visitas a casas de amigos, por exemplo, puxava conversas com pessoas desconhecidas e pedia para gravar as respostas com o celular. A partir disso, ela reuniu um vasto conteúdo, depois complementado com cartas, objetos e até vídeos que lhe foram encaminhados.

“Quando percebi que já tinha uma material bastante farto, eu resolvi levar adiante a proposta e estreei ‘Sem o Que Você Não Pode Viver?’ no Rio de Janeiro, em novembro de 2011”, afirma Ivana.

Se o trabalho que apresenta em BH nasce daquela provocação, a artista diz não ter se limitado a ela durante as entrevistas. “Eu reuni relatos que surgiram a partir de diálogos sobre assuntos íntimos. Como elas tomavam banho ou como se despiam antes de dormir eram alguma das perguntas que miravam esse cotidiano”, detalha Ivana, que revela investigar possibilidades de autoria em rede.

Para ela, apesar desta ser uma criação concebida como um solo, todo o processo leva à percepção de que se trata de uma produção coletiva. “O mais importante é a participação de várias pessoas que essa apresentação mobiliza. Eu estou diante do público sozinha mas, ao mesmo tempo, me sinto acompanhada das memórias dos outros que moldaram os movimentos interpretados por mim”, observa a coreógrafa.

Com uma cenografia basicamente desenhada pela luz, Ivana diz que a montagem exige poucos recursos. Um dos elementos ressaltados por ela é a troca de figurinos, que reflete as maneiras como as diferentes histórias pertencentes a cada um que foi ouvido chegam à superfície. “A troca de roupa sugere a saída de um personagem de dentro do outro, mudando constantemente”, explica. “Esse talvez seja um dos meus trabalhos mais despojados e vem tendo um alcance muito grande”, conclui Ivana.

Agenda

O quê. Estreia de “Sem o Que Você Não Pode Viver?”

Onde. Hoje, sáb., e dom., às 20h

Onde. Meia Ponta – Espaço Cultural Ambiente (rua Grão Pará, 185, Sta. Efigênia)

Quanto. R$ 5

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave