Primeiro debate entre candidatos ao governo de Minas registra tumulto

Minutos antes da chegada de Pimenta e Pimentel à sede da emissora, na avenida Raja Gabaglia, militantes de PT e PSDB trocaram socos, bandeiras e pedradas

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda / Larissa Arantes |

O clima antes do início do primeiro debate entre os candidatos ao governo de Minas, organizado pela Band Minas, nesta quinta-feira (7), foi de tensão entre a militância de PT e PSDB. Os apoiadores do tucano Pimenta da Veiga, em maior número, ficaram frente a frente com aliados do adversário, Fernando Pimentel, o que gerou o tumulto.

Minutos antes da chegada de Pimenta e Pimentel à sede da emissora, na avenida Raja Gabaglia,  militantes trocaram socos, bandeiras e pedradas. A reportagem de O TEMPO conversou com dois militantes do PT que ficaram feridos.

Segundo Fabricio Fernandes, 30, o tumulto começou logo após a aproximação dos dois grupos partidários, que inicialmente haviam acertado que ficariam de lados opostos em frente à entrada do prédio. "Estava com minha esposa que também se feriu. Não sei de onde partiu a confusão nem com o que fui agredido", relata. Fernandes disse ainda que vários militantes petistas precisaram ser encaminhados ao Pronto Socorro devido aos ferimentos. Outro envolvido na confusão foi Patrick Souza, 19, integrante da União Estadual dos Estudantes (UEE). Com um ferimento da cabeça, ele disse ter levado uma pedrada.

Não havia policiamento no momento da briga. Uma viatura da Polícia Militar chegou ao local logo após o primeiro enfrentamento, mas foi embora em seguida. O trânsito também ficou complicado na região com a invasão das duas pistas da avenida por militantes com bandeiras das legendas.

Clima. Antes da briga, as duas militancias trataram com bom humor o clima pré-debate. Com gritos de guerra e críticas ao adversário, eles trocaram acusações. Até bateria de escola de samba PT e PSDB levaram para recepcionar os candidatos.

Porém, logo após a chegada dos candidatos, parte dos militantes deixou o local. Apenas cerca de 60 militantes do PT ficaram na porta após o início da transmissão.

Na entrada, Pimenta, Pimentel Tarcísio Delgado (PSB) e Fidélis Alcântara (Psol), conversaram com a imprensa e prometeram um debate de alto nível, apenas com discussão de propostas para Minas.

Peça. Os jornalistas não puderam acompanhar o debate dentro do estúdio. Foi permitido apenas que assistissem dentro do prédio da emissora pela televisão. Entraram no estúdio marqueteiros e assessores. Eles terão acesso aos postulantes ao governo de Minas somente nos intervalos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave