TJMG pretende reduzir processos antigos pela metade em cinco anos

Meta foi divulgada no planejamento estratégico o Tribunal que prevê também a criação de 80 centros jurídicos pelo estado, entre outras medidas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) encaminhou para a Assembleia Legislativa mineira a proposta orçamentária da instituição judiciária para 2015 e também aprovou o planejamento estratégico do Tribunal nesta quarta-feira (6). Os dois documentos traçam, respectivamente, os gastos do Judiciário mineiro no próximo ano e as principais iniciativas estratégicas do TJMG até 2020.

O destaque é a meta de reduzir pela metade o número de processos anteriores a 2010 que ainda estão em tramitação na corte.

Além disso, pretende-se efetuar o julgamento, em até dois anos, de processos de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública; o aumento no número de conciliações e de acordos, nas fases pré-processuais e processuais; e a instalação de 80 centros judiciários em todo o Estado. Várias propostas do Tribunal atendem às recomendações e determinações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para o Judiciário nacional.

Outro destaque é que o planejamento estratégico e o orçamento foram elaborados levando em consideração algumas das necessidades dos juízes que atuam em todo o Estado, que foram ouvidos pela Presidência do TJMG.

Com informações do TJMG.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave