TRE suspende propaganda do SIND-UTE que reclamava do governo de Minas

Desembargador determinou a citação do Sindicato para que suspenda a veiculação da propaganda e abriu prazo para defesa em 48 horas, a partir do qual ele julgará o mérito

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O desembargador Geraldo Domingos Coelho, do TRE, concedeu liminar na tarde desta quinta-feira (7) solicitada pela Coligação Todos por Minas (PSDB/PP/DEM/PSD/PTB/PPS/PV/PDT/PR/PMN/PSC/PSL/PTC/PTN/SD) para suspender a veiculação, nas emissoras de rádio, de propaganda produzida pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (SIND-UTE/MG). Mais cedo, o magistrado havia negado outro pedido de liminar para retirar conteúdo semelhante, do SIND-UTE, na internet.

Ao deferir a liminar para retirada da propaganda no rádio, o Domingos Coelho entendeu que “neste caso, encontram-se presentes os requisitos necessários para a concessão da medida liminar requerida, em razão do meio de comunicação utilizado, qual seja, o rádio, que é de grande alcance, diferentemente da internet.” O desembargador determinou a citação do Sindicato para que suspenda a veiculação da propaganda e abriu prazo para defesa em 48 horas, a partir do qual ele julgará o mérito.

A coligação afirmava que a propaganda do SIND-UTE denegria a imagem do governo estadual, o que favoreceria a oposição nas eleições deste ano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave