Hamas ameaça voltar às armas se falharem as negociações do Cairo

O pacto entre Israel e o grupo palestino, de cessar-fogo por 72 horas, termina às 2h desta sexta-feira (8), pelo horário de Brasília

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

As Brigadas Ezzedine al-Qassam, grupo armado do Hamas, avisou nesta quinta-feira (7) que voltará às armas se Israel não aceitar as reivindicações palestinas durante as negociações de paz que ocorrem no Cairo, Egito.

“Apelamos à delegação palestina para que não aceite um cessar-fogo, a menos que o mesmo satisfaça as exigências do nosso povo”, declarou o porta-voz do grupo, Abou Obaida, em vídeo divulgado nesta quinta (7). Segundo Obaida, os membros das brigadas estão “prontos a recomeçar a batalha” com as forças israelenses.

O pacto entre Israel e o Hamas, grupo armado palestino, de cessar-fogo por 72 horas, termina às 2h desta sexta-feira (8), pelo horário de Brasília.

Segundo o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários, mais de 1,8 mil palestinos (86% deles civis) morreram e cerca de 9,4 mil ficaram feridos desde o início do atual confronto militar, no início de julho. Já do lado israelense, 64 soldados perderam a vida em combates e três civis morreram ao ser atingidos por morteiros lançados do Hamas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave