Infecção no ombro 'derruba' lutador brasileiro do UFC

De acordo com empresário, edema ósseo no ombro direito de Demian Maia gerou ambiente propício para as bactérias

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Demian Maia postou uma mensagem de agradecimento aos fãs no Facebook
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/REPRODUÇÃO
Demian Maia postou uma mensagem de agradecimento aos fãs no Facebook

O lutador brasileiro Demian Maia está internado em um hospital de São Paulo desde terça-feira por conta de uma infecção por estafilococos no ombro direito. Escalado para o UFC: Henderson x Dos Anjos, no próximo dia 23 de agosto, em Las Vegas, o brasileiro acabou sendo cortado da disputa devido à complicação no local lesionado. Inicialmente, a informação de seu corte não havia sido divulgada pela organização, no entanto, Eduardo Alonso, seu empresário, comunicou o fato. Ainda segundo o agente, o edema ósseo de Demian gerou um ambiente propício para as bactérias.

Para se ter ideia da gravidade, o lutador não conseguia mexer o braço e apresentava um grave estado febril no ato da internação.

"No momento ele está tomando antibióticos na veia, pesados, e ainda estaria tomando antibiótios via oral por mais 14 dias, ou seja, até dia 19 ou dia 20, muito perto da fase de corte de peso. Resumindo, não houve outra alternativa a não ser o Demian sair da luta. Não teria como ele tomar remédios fortes mal podendo treinar e ainda tendo de perder peso", afirmou Eduardo Alonso, em entrevista ao Combate.com.

Com um cartel de 19 vitórias e seis derrotas, Maia lutou pela última vez no TUF Brasil 3 Final. Naquela ocasião, o brasileiro derrotou Alexander Yakovlev por decisão unânime dos jurados. 

Leia tudo sobre: lutasufcmmademian maiainfecção