Casal é preso por obrigar filhas a vender drogas em Juiz de Fora

Meninas têm 5, 7 e 15 anos; servente de pedreiro e mulher alegaram ser usuários de drogas e negaram os crimes de tráfico de corrupção de menores

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um servente de pedreiro de 26 anos e a mulher dele de 33 foram presos, nessa quarta-feira (6) após a Polícia Civil confirmar denúncias de que eles obrigavam as três filhas de 5, 7 e 15 anos a vender drogas. O crime acontecia desde janeiro deste ano em Juiz de Fora, na Zona da Mata.

De acordo com o delegado Rodolfo Ribeiro Rolli, da 3ª Delegacia de Juiz de Fora, a polícia recebeu a informação de que o crime vinha acontecendo pelo telefone do disque denúncia do governo federal de direitos humanos.

As meninas vendiam crack e maconha e repassavam o dinheiro aos pais. A mulher foi encaminhada para a Penitenciária Ariovaldo Campos Pires e o homem para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), os dois em Juiz de Fora. Os casal irá responder por tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas e corrupção de menores.

A dupla alegou ser usuária de entorpecente, mas negou os crimes. As meninas estão com a avó materna. Uma cópia do inquérito será enviada para a Vara da Infância e Juventude.  

 

Leia tudo sobre: paiscasalmeninasdrogasvendacrackmaconhaservente de pedreiro