Apresentado no PSG, David Luiz deixa Copa no passado

Contratado por aproximadamente 192 milhões de reais, zagueiro brasileiro disse que já está focado em equipe francesa

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Daviod Luiz exaltou parceria com o companheiro e colega de zaga na seleção Thiago Silva
PSG/DIVULGAÇÃO
Daviod Luiz exaltou parceria com o companheiro e colega de zaga na seleção Thiago Silva

Apresentado nesta quinta-feira no Paris Saint-Germain, o zagueiro David Luiz não escapou das perguntas sobre a decepcionante participação da seleção brasileira na Copa do Mundo. Mas o jogador, adquirido pelo time francês por 50 milhões de libras (aproximadamente R$ 192 milhões), garantiu que está pronto para deixar a derrota por 7 a 1 para a Alemanha nas semifinais no passado e brilhar no seu novo clube.

"Se a Copa do Mundo tivesse terminado nas quartas de final, então você não estaria fazendo perguntas sobre a minha capacidade", disse David Luiz, que havia brilhado no duelo com a Colômbia, nas quartas de final da Copa, tendo marcado um gol, mas depois teve atuações decepcionantes contra Alemanha e Holanda, na disputa do terceiro lugar.

O zagueiro garantiu que conseguiu superar o fracasso no Mundial e agora está concentrado em seus objetivos no Paris Saint-Germain, tentando colocar um ponto final no assunto. "Eu tive tempo para digerir o fim da nossa Copa do Mundo e agora estou pronto para fazer de tudo para ajudar o PSG. Sinto-me privilegiado. Faço parte de uma equipe fantástica, em que todo mundo tem algo a me ensinar. É maravilhoso fazer parte deste projeto. Estou muito feliz por ter me juntado a um grande clube e estou ansioso para começar a jogar", disse.

No Paris Saint-Germain, David Luiz voltará a ter a companhia de Thiago Silva, com quem formou a dupla de zaga da seleção brasileira nos últimos anos. De acordo com o zagueiro, que exaltou a parceria com o compatriota, o entrosamento entre eles será útil ao clube francês, garantindo que eles se entendem pelo "olhar".

"Thiago e eu somos ótimos amigos. Nós jogamos bem juntos, por um longo tempo. Nós nos entendemos pelo olhar e nos complementamos em campo. Eu e ele sempre damos nosso melhor e estamos sempre procurando melhorar", comentou.

Na sua entrevista coletiva, em que estava acompanhado do xeque Nasser Al-Khelaif, dono do clube, David Luiz também explicou a opção pela camisa de número 32 no Paris Saint-Germain. "Gosto muito do número 32. É o 23 invertido, o número que usava no Benfica e que já estava sendo usado aqui. Certamente, tentarei deixar a minha marca, e espero que agrade aos torcedores", afirmou.

Atual bicampeão francês, o Paris Saint-Germain abre a sua participação no torneio nacional na próxima sexta-feira, às 15h30 (horário de Brasília), diante do Reims, fora de casa. E David Luiz espera estrear logo pelo seu novo clube.

"Quero estar de volta aos campos o mais rápido possível. Espero estar pronto na próxima semana, com 90 ou 100% da forma física. Estou realmente ansioso para jogar em Paris, onde disputei meu primeiro jogo na Europa. Eu amo o futebol e não posso ficar fora de ação por um longo tempo!", disse.