Negócios na ordem de R$ 400 mi

iG Minas Gerais |

A Equipo Mining 2014, que vai até sexta-feira, no Mega Space, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, deve gerar negócios na casa dos R$ 400 milhões, conforme o diretor geral da feira, Joseph Young. A perspectiva é a mesma divulgada para a última edição, que aconteceu em 2012.

O vice-presidente das Américas da Esco, José Rogério de Paula e Silva, espera repetir o desempenho da edição passada da feira. Com quatro plantas no país, uma delas em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, ele afirma que o mercado de mineração está estagnado e que o segmento de bens de capital postergou projetos. Ainda assim, no primeiro semestre vendeu mais na comparação com igual intervalo de 2013. “Trabalhamos com produtos de resistência, que ajudam na redução do custo operacional dos nossos clientes. Além do mais, o aumento da nossa capilaridade e também na oferta de produtos também ajudaram no resultado”, analisou, sem falar em números.

A perspectiva do gerente de marketing e comunicação da Scania Brasil, Márcio Furlan, é de manter os números de 2012. “É fato que o mercado de caminhões no geral teve queda, mas aqui na feira o nosso principal objetivo é o relacionamento com os clientes”, diz. (JG)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave