Para Pimenta, PT está acossado

Tucano afirma que críticas constantes do rival indicam desespero pelo crescimento nas pesquisas

iG Minas Gerais | Larissa Arantes |

Caminhada. Pimenta da Veiga esteve na praça Sete e garantiu que é lembrado como prefeito de BH
Nidin Sanches /Nitro - divulgação
Caminhada. Pimenta da Veiga esteve na praça Sete e garantiu que é lembrado como prefeito de BH

O candidato do PSDB ao Palácio Tiradentes, Pimenta da Veiga, reagiu ontem às críticas feitas pelo rival petista, Fernando Pimentel, à gestão tucana no governo do Estado. “É natural. Quem se sente acossado tem que reagir, e as nossas propostas são muito claras”, disparou Pimenta ontem em agenda no tradicional Café Nice, na área central da capital. Em todas as agendas, o petista tem atacado o Executivo estadual.

A resposta aos ataques também foi feita pelo candidato ao Senado Antonio Anastasia (PSDB). “Uma campanha feita exclusivamente com base em críticas, e não em propostas, repete o filme de quatro anos atrás, que nós já vimos. As pessoas não querem ver isso, as pessoas querem ver propostas”, enfatizou o ex-governador. Ao citar a boa avaliação do governo do Estado, Anastasia disse ainda que “não são inverdades ditas à época da campanha que vão modificar esse nosso comportamento”.

Mesmo concentrando os esforços de campanha nos últimos dias na capital mineira e região metropolitana, os tucanos afirmam que não vão deixar o interior de lado e irão “atacar” em duas frentes para intensificar a presença do partido na maior quantidade de regiões possível de Minas.

“Na região metropolitana vamos nos multiplicar em encontros e reuniões como temos feito e vamos correr todo o Estado, como estamos fazendo, aliás, desde o fim do ano passado”, disse Pimenta.

Questionado se não seria melhor marcar presença na região metropolitana e capital, já que seu adversário petista foi um prefeito bem-avaliado de Belo Horizonte, Pimenta relembrou seu passado político comum ao rival. “Eu também fui prefeito (da capital), há mais tempo que ele. Portanto, meu nome é muito lembrado, e as pesquisas (de intenção de votos) estão nos dando alegria”, completou o candidato do PSDB.

Programa. Pimenta voltou a citar suas propostas para a segurança pública e educação no Estado. Ele defendeu mais uma vez um “policiamento ostensivo” para garantir a diminuição da criminalidade em Minas Gerais e também a “revolução na educação” que pretende fazer se eleito.

Debate

Início. Sobre o primeiro debate, que será feito hoje na Band, Pimenta disse que irá com disposição. “O debate é uma forma interessante de informar o eleitor, de comparar”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave