Pimentel nega corpo mole

Candidato do PT ao Palácio Tiradentes diz que não está “escondendo” Dilma da sua campanha

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

Conversas. Pimentel visitou a Santa Casa de Belo Horizonte e disse que não há reclamação de Dilma
Uarlen Valério
Conversas. Pimentel visitou a Santa Casa de Belo Horizonte e disse que não há reclamação de Dilma

A existência de uma insatisfação da direção nacional do PT em relação a um possível movimento velado em Minas em prol do chamado voto “Pimentécio” – uma dobradinha entre o candidato ao governo, Fernando Pimentel, e o senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB) – foi negada ontem pelos petistas mineiros. Durante agenda na Santa Casa, na área central de Belo Horizonte, Pimentel afirmou que não esconde a presidente Dilma Rousseff da disputa no Estado. Tanto que, segundo ele, ela aparece em todos os materiais de campanha divulgados.

“Isso não procede. Não tem nenhuma reclamação do PT em relação a isso, muito menos da presidente Dilma. Estivemos em Montes Claros em um evento muito grande. O material nosso tem a presidente, e, vou dizer mais, o comitê da presidente é dentro do nosso comitê”, justificou o petista, alegando que a informação é intriga “de quem quer atrapalhar a campanha”.

A insatisfação interna teria sido externada anteontem pelo presidente nacional do PT e coordenador geral da campanha de Dilma, Rui Falcão, durante reunião da executiva nacional. De acordo com o jornal “O Globo”, o dirigente já teria cobrado de Pimentel um apoio maior em relação à presidente Dilma.

Como já mostrou reportagem de O TEMPO, alguns materiais de campanha do PT no Estado não mostram a imagem de Dilma, nem mesmo usam a cor tradicional do partido, o vermelho. Outro problema seria o jingle, que também não cita a petista.

Para demonstrar sintonia com Dilma, Pimentel aproveitou a agenda de ontem para acusar seus adversários de “muito arrogantes”. Sem citar Aécio nem seu adversário, Pimenta da Veiga, o ex-ministro disse que ninguém manda no voto dos mineiros, uma referência à aposta feita pelos tucanos de que Dilma perderá em Minas por uma diferença de mais de 3 milhões de votos.

“Não quero fazer previsão, não tenho bola de cristal, o que sei é que as pesquisas mostram que estamos na frente. A campanha da Dilma também está crescendo. Ela está na frente no Brasil e deverá estar aqui (liderando as pesquisas) em breve.”

Dificuldades

Saúde. Só a maternidade da Santa Casa de Belo Horizonte gera prejuízo de R$ 10 milhões por ano. A instituição realiza hoje mais de 330 partos por mês. Trinta leitos estão fechados.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave