Oposição quer convocar envolvidos em denúncias

iG Minas Gerais |

Brasília. Congressistas da oposição irão tentar convocar na CPI mista da Petrobras os envolvidos nas denúncias de que a presidente da Petrobras, Graça Foster, o ex-presidente da estatal Sérgio Gabrielli e o ex-diretor da estatal Nestor Cerveró receberam antecipadamente as perguntas que responderiam na comissão do Senado.

O deputado Fernando Francischini (SD-PR) apresentou requerimento para convocar o senador Delcídio Amaral (PT-MS) na CPI mista que também investiga a estatal. Em reportagem da revista “Veja” desta semana, o petista é citado como um dos responsáveis por garantir a aproximação a Cerveró para repassar as perguntas que seriam feitas pelos senadores e as indicações de respostas. Ontem, a “Folha de S. Paulo” revelou que houve participação também do Palácio do Planalto, que confirmou, em nota, ter colaborado na preparação das perguntas.

O deputado Francischini quer ainda que os depoimentos de Graça Foster, Gabrielli e Cerveró sejam refeitos na CPI. Ele pede também a convocação do assessor especial da Secretaria de Relações Institucionais, Paulo André Argenta, o chefe do escritório da Petrobras em Brasília, José Eduardo Barrocas, o chefe do departamento jurídico do escritório da estatal, Leonan Calderaro Filho, o advogado da Petrobras Bruno Ferreira, o secretário parlamentar Carlos Hetzel e o assessor parlamentar do governo Marcos Souza.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave