Jô volta a treinar na sexta e dirigente do Galo dá caso como resolvido

Atacante não treinou na última segunda-feira e, como consequência, não viajou para Chapecó e foi multado em 40% do salário

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Durante reapresentação na Cidade do Galo, Jô se diverte na academia
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Durante reapresentação na Cidade do Galo, Jô se diverte na academia

A novela da semana, envolvendo o sumiço de Jô, parece ter chegado a um fim nesta noite de quinta-feira. De acordo com o diretor de futebol do Atlético, Eduardo Maluf, tudo está resolvido entre o clube e o atacante, que voltará a treinar com o restante do grupo alvinegro na sexta-feira, na Cidade do Galo. "Está resolvido. Jô retorna a Belo Horizonte nesta quinta-feira e na sexta treina normalmente com o grupo", disse o dirigente à Rádio Globo, minutos antes do início da partida diante da Chapecoense, em Santa Catarina. Pela ausência no treino da última segunda-feira, um dia depois da vitória por 3 a 1 contra o Atlético-PR, o atacante Jô foi multado em 40% de seu salário e não viajou com a equipe para Chapecó, sendo substituído no time titular por André. O motivo da ausência seria um desentendimento com a mulher, Cláudia Silva, que teria saído de casa após confrontar o jogador com a informação de uma mulher, que estaria esperando um filho de Jô. O atleta negou que teria gerado mais um filho fora do casamento - seria o terceiro - e apontou a falta no treino como consequência de "sérios problemas particulares". O próximo compromisso do Atlético será às 18h30 de domingo (10), na Arena Independência.

Leia tudo sobre: atleticogalojo