Djokovic sofre, mas bate Monfils na estreia em Toronto

Sérvio encontrou um adversário complicado, mas soube superar os obstáculos e venceu por 2 sets a 1

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Djokovic venceu com parciais de 6/2, 6/7 (4/7) e 7/6 (7/2), em 2h40min de jogo
Djokovic venceu com parciais de 6/2, 6/7 (4/7) e 7/6 (7/2), em 2h40min de jogo

Cabeça de chave número 1, Novak Djokovic teve muita dificuldade nesta quarta-feira e por pouco não caiu logo na estreia do Masters 1000 de Toronto, no Canadá. Diante de Gael Monfils, o sérvio encontrou um adversário complicado, mas soube superar os obstáculos e venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 6/7 (4/7) e 7/6 (7/2), em 2h40min de jogo.

O resultado - nona vitória em nove jogos diante de Monfils - levou Djokovic à terceira rodada da competição, e ele já sabe seu adversário. O número 1 do mundo terá pela frente o francês Jo-Wilfried Tsonga, que passou por seu compatriota Jeremy Chardy também nesta quarta.

Djokovic começou avassalador diante de Monfils e dava a impressão de que passaria com facilidade pelo número 22 do ranking. No primeiro set, disparou cinco aces, aproveitou duas das quatro oportunidades de quebra que teve e fechou com autoridade.

A partir da segunda parcial, no entanto, as coisas mudaram. Monfils estabeleceu seu jogo e conseguiu deixar tudo igual, abusando dos erros do adversário. As coisas pioraram quando o francês conseguiu uma quebra logo de cara no terceiro set, mas aí Djokovic mostrou porquê é o primeiro do ranking e devolveu na sequência. Eles confirmaram seus serviços até o jogo ir para o tie-break, no qual o sérvio atropelou.

Em outras partidas desta quarta, Richard Gasquet e Marin Cilic, cabeças de chave 12 e 15, respectivamente, confirmaram o favoritismo e avançaram. Gasquet passou pelo croata Ivo Karlovic por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7/5) e 6/3. Já Cilic derrotou o tunisiano Malek Jaziri, também por 2 a 0: 4/6, 6/0 e 7/6 (7/4).

O dia não foi bom para todos os cabeças de chave, no entanto. Ernests Gulbis e Fabio Fognini, favoritos de número 11 e 16, respectivamente, foram eliminados. Gulbis caiu diante do francês Julien Benneteau por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/3. Já Fognini perdeu para o sul-africano Kevin Anderson, também em dois sets: 7/5 e 6/2.

Leia tudo sobre: tenisesportenovak djokovic