Por liderança isolada, Lucas Silva alerta: “Não podemos dar brecha"

Uma vitória sobre o Criciúma, no próximo sábado, às 18h30, em Santa Catarina, poderá manter a distância considerável sobre os rivais na luta pelo topo da tabela

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA E BRUNO TRINDADE |

Lucas Silva nunca havia marcado um gol como profissional
DENILTON DIAS/ O TEMPO
Lucas Silva nunca havia marcado um gol como profissional

Todos estão de olho nos movimentos do Cruzeiro, líder absoluto do Campeonato Brasileiro, com 29 pontos conquistados. Mas o empate com o Botafogo na última rodada fez com que alguns adversários ficassem próximos da equipe celeste. Fluminense e Internacional estão a quatro pontos da Raposa. Uma vitória do Cruzeiro sobre o Criciúma, no próximo sábado, às 18h30, em Santa Catarina, poderá manter a distância considerável sobre os rivais na luta pelo topo da tabela.

“Fora de casa vamos pra somar. Não deu para conquistar os três pontos contra o Botafogo. A gente podia ter saído com a vitória. Temos gordura, mas não podemos dar brecha, queremos aumentar a diferença, porque os adversários são bem fortes”, afirmou Lucas Silva.

“O Brasileiro é imprevisível, não dá para cravar quem vai ser campeão, quem vai chegar, quem vai cair. Pode um time dar uma arrancada forte e chegar no Cruzeiro, por isto não podemos dar brecha pra nos mantermos sempre na liderança”, completou o volante, que até brincou com o fato de todos estarem "caçando a Raposa". 

"Tem muitas brincadeiras, caça a Raposa, todos sempre querem ganhar, pelo futebol e pelo momento, pode se dizer que é assim mesmo", concluiu o jogador.