Kashiwa Reysol vence Lanús e conquista a Copa Suruga

Equipe japonesa é comandada pelo técnico brasileiro Nelsinho Baptista e venceu por 2 a 1

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Futebol japonês é o maior campeão desta competição, com cinco taças conquistadas
Reprodução Facebook
Futebol japonês é o maior campeão desta competição, com cinco taças conquistadas

O Kashiwa Reysol venceu o Lanús por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Hitachi Kashiwa Soccer Stadium, no Japão, e conquistou o título da Copa Suruga. Comandado pelo brasileiro Nelsinho Baptista, a equipe faturou pela primeira vez este torneio, que é disputado desde 2008 e marca o confronto entres os campeões da Copa da Liga Japonesa e da Copa Sul-Americana. O meia brasileiro Leandro, autor de uma assistência e do gol de pênalti que decidiu a partida, foi o destaque do duelo, no qual o Japão ampliou o seu domínio como maior vencedor desta competição. Foi o quinto título seguido obtido por um clube japonês, após as conquistas de FC Tokyo (2010), Jubilo Iwata (2011) e Kashima Antlers (2012 e 2013). Antes dessa série de conquistas de equipes do Sol Nascente, o Arsenal de Sarandí, da Argentina, e o Internacional foram os primeiros campeões da Copa Suruga, respectivamente em 2008 e 2009. Outro brasileiro a ter disputado este torneio, o São Paulo caiu por 3 a 2 diante do Kashima Antlers na final do ano passado.  No confronto desta quarta, o Kashiwa Reysol abriu o placar aos 44 minutos do primeiro tempo. Kurisawa roubou a bola de Somoza e tocou para Leandro, que com um passe deixou Takayama em ótima condição para finalizar e fazer 1 a 0. Na etapa final, o time argentino contou com um pouco de sorte para empatar o duelo aos 14 minutos. Somoza, que havia vacilado no lance do gol japonês, arriscou o chute de fora da área, a bola desviou em Masushima e traiu o goleiro Sugeno, que saltava para o outro canto. Após o gol, o Lanús chegou a acertar uma bola no travessão e por pouco não virou o jogo, mas o time da casa acabou ficando com o título ao ser beneficiado por um lance polêmico no finalzinho. Kudo roubou a bola de Braguieri na intermediária e invadiu a grande área pela direita. Em seguida, ele cavou um pênalti ao deixar a sua perna bater na de um defensor. O árbitro entrou na dele e apontou a penalidade, revoltando os argentinos. O brasileiro Leandro foi para cobrança e garantiu o 2 a 1, aos 44 minutos.

Leia tudo sobre: Kashiwa ReysolCopa SurugajaponêsLanús